Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Gênesis 6:4 - Os Filhos de Deus e as Filhas dos homens.

Genesis 6:4 - Quem já não se viu em meio a um embate por causa dessa passagem?

"E ACONTECEU que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.
Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama."

Gênesis 6:1-4


O ponto de discussão é: Quem são os filhos de Deus que se interessaram pelas filhas dos homens, e quem são essas filhas.

Bem, vamos esmiuçar a Bíblia em busca de respostas.

Encontramos o termo "os filhos de Deus" sempre associados a anjos.

"E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles." Jó 1:6

"E, VINDO outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o SENHOR."
Jó 2:1

"Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam? "

Jó 38:7

Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva ! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!

Is 14:12

Anjos: Filhos de Deus, estrelas da alva.

Então já sabemos que os filhos de Deus (anjos) entraram as filhas dos homens (mulheres terrenas).

E quais foram as consequências disso ?

Seres híbridos (GIGANTES)


Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama." (Genesis 6:4)

Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos. (Números 13 : 33)

Para onde subiremos? Nossos irmãos fizeram com que se derretesse o nosso coração, dizendo: Maior e mais alto é este povo do que nós, as cidades são grandes e fortificadas até aos céus; e também vimos ali filhos dos gigantes.
(Deuteronômio 1 : 28)

Também estes foram considerados gigantes como os anaquins; e os moabitas os chamavam emins. “(Deuteronômio 2 : 11)

Um povo grande e alto, filhos de gigantes, que tu conheces, e de que já ouviste. Quem resistiria diante dos filhos dos gigantes? “(Deuteronômio 9 : 2)

"Porque só Ogue, rei de Basã, ficou de resto dos refains; eis que o seu leito, um leito de ferro, não está porventura em Rabá dos amonitas? O seu comprimento é de nove côvados [4 metros], e de quatro côvados [1,78 metros] a sua largura, segundo o côvado em uso."
(Deutoronômio 3.11)

Agora surge uma questão. Anjos podem ter relações sexuais?

Não e Sim.

Não em sua forma real, como espíritos ministradores. (Hb 1:14)

Sim em manifestação teofanica (anjos assumindo a forma humana)

Vamos a Bíblia ver se isso está certo:


Anjos tiveram os pés lavados, comeram e beberam: Gênesis 18:4-5

Que se traga já um pouco de água, e lavai os vossos pés, e recostai-vos debaixo desta árvore;
E trarei um bocado de pão, para que esforceis o vosso coração; depois passareis adiante, porquanto por isso chegastes até vosso servo. E disseram: Assim faze como disseste.

Esses são os mesmos anjos que foram a casa de Ló.

E VIERAM os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma; e vendo-os Ló, levantou-se ao seu encontro e inclinou-se com o rosto à terra; Gn 19:1

Anjos sofreram ameaça de estupro

“E chamaram a Ló, e disseram-lhe: Onde estão os homens que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, para que os conheçamos.” Gn 19:5

Conhecer = Ter relação sexual

Outros textos com essa conotação ( Gn 4:25, Mt 1:25, Nm 31:35, Jz 19:25)

Posso me deparar com um anjo e nem saber disso? Sim,pode.

Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, não o sabendo, hospedaram anjos. (Hebreus 13 : 2)

Então já sabemos que anjos podem assumir forma humana e fazer tudo que um ser humano faz, e por isso foram capazes de fecundar mulheres.

Surge outra questão: Quem são esses anjos? Teriam sido enviados por Deus, ou trata-se de anjos caídos , a figura do próprio Satanás?

Vejamos:


"E AOS ANJOS que não guardaram o seu principado, mas deixaram A SUA PRÓPRIA HABITAÇÃO, reservou na escuridão, e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; assim COMO SODOMA E GOMORRA, e as cidades circunvizinhas que, havendo-se corrompido, COMO AQUELES (Aqueles quem? Os anjos caídos, é claro!) e ido após OUTRA CARNE (Que outra carne? Uma carne não humana.), foram postas como exemplos, sofrendo a pena do fogo eterno."

(Judas 6, 7.)


"No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão;
Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água;"


I Pe 3:19

"Ora, isto ele subiu que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra?
Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas."


Ef 4:9-10


A despeito do que muitos dizem, Satanás e seus anjos não habitam no inferno, mas sim nas regiões celestiais (Ef 6:12) e alguns poucos anjos é que habitam no mais profundo dos abismos (Tártaros), e agora já sabemos quais são eles.
E esses mesmo anjos são os que serão liberados conforme o livro de Apocalipse (Ap 9:1-2 , 9:11)

Abadon o Demônio do Abismo,Que abismo? O Tártaro.


O que houve?

Quando Deus expulsou a Satanás e seus anjos, não retirou deles a glória, mas não o poder.(Mc 13:22 , II Co 11:14)

Os anjos caídos são seres poderosos, semelhantemente aos anjos de luz, com uma diferença, eles não prestam obediência a Deus (são rebeldes).

Claro que o Senhor pode refreá-los, mas bem sabemos que Deus não coage, ele permite que os anjos tenham vontade própria, mesmo sendo contrária a sua.
Basta observar que mesmo sendo onisciente, o Senhor permitiu que Satanás se rebela-se e influencia-se aos outros anjos.

Por essa razão voluntáriamente ou a mando de Satanás alguns dos anjos caídos seduziram as mulheres afim de corromper a espécie humana, daí então de o Senhor decide os prender no mais profundo dos abismos (oTártaro) e extirpar a raça humana (resguardando apenas a Nóe e Sua família).

Foram a esses mesmos anjos (espíritos) que Jesus anunciou sua vitória sobre a morte.

A palavra "pregou" pode ser facilmente substituída por "proclamou" aos espíritos (anjos) em prisão.

"No qual também foi, e pregou (proclamou) aos espíritos (anjos) em prisão;
Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água;"


I Pe 3:19

Não pode tratar-se de homens, porque a denominação espíritos é empregada apenas para seres espirutuais (Hb 1:14, I Jo 3:24, I Jo 4:1) , os homens são tratados na Bíblia como "almas" (Ez 18:4, I Pe 3:20)


Tempos depois Satanás fez nova investida, tentando repetir o aparecimento dos gigantes, mas todos foram destruídos pelo povo de Deus (Israel), pondo fim as aberrações.

Todas as tribos (nefilins, refains, anaquins, etc.) cujo nome terminam em "ins", são descendentes dos gigantes, a desinência "ins", significa = anjos, Querubins, Serafins .

Leia: "O Vale dos Refains" II Samuel 5.18.


Materias complementares que tratam sobre os gigantes:

Há cerca de 5.500 anos, a estatura humana era sobremodo elevada. Existiam homens na Mesopotâmia cuja estatura ultrapassava 4 metros. Os primeiros gigantes, chamados na Bíblia de Nefilins (enfilins no original hebraico que significa "caídos" ou "desertores") poderiam ser ainda mais altos.

"Nos finais dos anos 50 durante a construção de uma estrada no sudeste da Turquia, em Homs e Uran-Zohra no Vale do Eufrates, região próxima de onde viveu Noé após o dilúvio, foram encontradas várias tumbas de gigantes.

Elas tinham 4 metros de comprimento, e dentro de duas estavam ossos da coxa (fêmur humano) medindo cerca de 120 centímetros de comprimento. Calcula-se que esse humano tinha uma altura de aproximadamente 4 metros e pés de 53 centímetros. Uma cópia do osso (fotos abaixo) está sendo comercializada pelo Mt. Blanco Fossil Museum na cidade de Crosbyton, Texas, EUA, ao preço de 450 dólares."


http://www.programamomentoscomjesus.com/Arqueologia%20B%C3%ADblica/paginas_web/os_gigantes_biblia.htm


Veja o que diz o site Gotquestions:

"Os primeiros intérpretes hebreus, apócrifos e escritos pseudo-epígrafos são unânimes na opinião de que os anjos caídos são os “filhos de Deus” mencionados em
Gênesis 6:1-4 ... Entretanto, a opinião de que Gênesis 6:1-4 envolve anjos caídos tendo relações sexuais com mulheres humanas tem uma forte base contextual, gramatical e histórica."

http://www.gotquestions.org

_______________________________________________________

Espero que tenha ficado claro a origem dos gigantes, e quem são os espíritos em prisão visitados por Jesus.

Que o Espírito de Sabedoria seja conosco (I Co 2:13) . Amém.

31 comentários:

Artilharia Anti-Sarney disse...

Muito interessante.

Júlio César disse...

Caro blogueiro,

Começo a achar que as postagens que encontramos neste Portal tomam a Bíblia segundo os olhos de Aristóteles e de um séquito de pensadores da Igreja da Idade Média, desconsiderando que a própria Bíblia se interpreta. Porém, não seja assim.

Por bondade, considere, juntamente comigo, as seguintes passagens:

- Declarações de Paulo, fariseu conhecedor das Escrituras e judeu erudito, o qual foi inspirado por Deus:

Romanos 8:14: "Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus"

Gálatas 3:26: "Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus"

Filipenses 2:15: "Para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo"

>>>Filho de Deus é o temente em Deus, humano ou não; a expressão não indica um ser de origem celestial<<<

- Por fim, são estas as palavras de Jesus sobre os anjos, ao considerá-los no contexto do matrimônio e, portanto, do ato sexual:

Marcos 12:25: "Pois, quando ressuscitarem de entre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento; porém, são como os anjos nos céus"

>>>Anjos não mantêm relacionamento sexual<<<

Visto isso, passemos a refletir. As escrituras não são contraditórias e não fazem confusão.

Abraço a todos!

principe_da_paz disse...

Caro Julio Cesar,

não nego que os homens também são chamados "Filhos de Deus", mas isso não muda que os anjos também o sejam.

"Anjos não mantém relacionamento sexual", de fato, mas anjos também não comem e não dormem, no entanto conforme meus relatos (extraídos da Bíblia) não só comeram e beberam como "quase" foram vítimas de estupro.

O que dificulta a compreensão é a negação da aparição teofanica dos anjos em forma humana.

Simples Assim.

Júlio César disse...

Prezado blogueiro,

Realmente, não dá para dizer se a expressão "filhos de Deus" em Gênesis refere-se a homens ou a anjos. Portanto, dessa passagem isolada, não podemos extrair a afirmação da existência de seres híbridos. Adotando-se um meio termo, é possível que seja isso e é possível que não; não dá para saber. Portanto, vai depender do contexto.

Deus já falou de Israel como sendo seu “primogênito” (Êxodo 4:22) e Moisés disse aos Israelitas: “Filhos sois do Senhor, vosso Deus”. (Deuteronômio 14:1).

Adotar a expressão “filhos de Deus” como referente a anjos parece-me pouco acertado. A Bíblia, logo depois de falar dos gigantes, fala de um castigo que de pronto sobreviria; e este castigo se deve aos pecados de seres humanos e não de anjos.

Acatando o que você disse, anjos assumem diversas formas, de fato. E eu não duvido que, se quisessem, poderiam "ensaiar" um intercurso sexual com um humano ou com outros seres celestiais. Todavia, daí não adviria outro ser criado, pois a capacidade de procriação foi dada exclusivamente ao ser humano.

Júlio César disse...

Anjos são assexuados. Ora, o sexo foi criado para o ser humano com o objetivo de procriação e encher a terra, sendo que em Gênesis 1.27-28 se vê "E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai". Assim, notamos que a Bíblia diz que o sexo foi criado para o homem com a intenção de procriar e povoar a terra; e no Céu não haverá mais essa necessidade (procriação).

Acho que estamos de acordo com a ideia de que "filhos de Deus" e "filhas dos homens" eram expressões usadas para se referir, respectivamente, ao povo de Deus e aos infiéis. A mistura entre essas duas classes foi reprovada por Deus e veio a dar origem a filhos "valentes" (uma tradução do termo “nefilim”), brigões e sem temor do Senhor. Os gigantes mesmo eram relativamente comuns naquele tempo de Noé, em que a espécie humana guardava muito da perfeição em que fora criada.

Por fim, repito: anjos, por serem potências celestes, podem adotar formas variadas (morfologia), mas a Bíblia - ao que me parece - não confirma sua capacidade de gerar filhos, ou seja, sua fertilidade (fisiologia). A fertilidade dos anjos não é doutrina aceita pela Bíblia.

principe_da_paz disse...

Julio Cesar, obrigado novamente por seu comentário.

O que me é claro é que o "sexo dos anjos" não é normal e aceito por Deus, dai a sanção ao pecado sexual por eles cometidos.

Se de mesma sorte (como já foi dito) anjos não podem procriar, também não deveriam se alimentar e nem andar como um ser humano anda.
Ao ponto de a Bíblia nos alertar a sermos hospitaleiros, pois alguns já hospederam anjos sem ao menos saber tratar-se dos mesmos.

Imagine quão semelhantes ao homem deveriam ser para que se não percebece a diferença.

Não é por não ser suficientemente explícito, que seja impossível ou descabível que anjos possam assumir a forma humana e com isso todos os atributos consoantes.

A paz de Cristo.

Júlio César disse...

Caro blogueiro,

Quanto a comer, não acredito que isso seja um argumento favorável à ideia da fertilidade dos anjos. São duas coisas distintas.

Isso, porque seres celestiais comem sim e fazem digestão. Por que não comeriam, já que Deus deles nos fala no contexto do Éden, do Céu e da Nova Terra, plantando e comendo? É só vermos Isaías e Apocalipse para termos alguns exemplo disso. Assim, não acho que se poderia falar em teofania ao vermos anjos se alimentarem.

Mas, agora, fiquei com uma dúvida inculcada: qual é a forma original dos anjos, já que estariam eles exercendo teofania ao se apresentarem em forma antrópica? Para mim, anjos e humanos sempre foram essencialmente parecidos: cabeça, tronco, pernas, braços...

Abraços.

Júlio César disse...

Em tempo: preciso ver um "Assim diz o Senhor".

principe_da_paz disse...

"Mas, agora, fiquei com uma dúvida inculcada: qual é a forma original dos anjos, já que estariam eles exercendo teofania ao se apresentarem em forma antrópica? Para mim, anjos e humanos sempre foram essencialmente parecidos: cabeça, tronco, pernas, braços.."

Caro Julio Cesar, aprenda a fazer distinção não só da forma, mas também da matéria...

"E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres." I Co 15:40

"Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial."

I Co 15:48-49

Julio Cesar, POR FAVOR me mostre uma passagem na Bíblia onde ANJOS COMEM que não seja ligada a um acontecimento TERRENO (teofania).

Não vai encontrar é claro.

Mais uma coisa, as passagens supra citadas pelo senhor, dizem respeito a HOMENS e não a ANJOS.

São duas criações DISTINTAS.

Não adianta "rodar em volta da fogueira".

A paz de Cristo.

principe_da_paz disse...

Em tempo: preciso ver um "Assim diz o Senhor".

Não vai ver porque trata-se de REBELDIA, e não ORDENANÇA.

Como EU já havia citado, se assim não fosse não seria necessário a Sanção que recaiu sobre tais anjos, conforme está explanado no meu texto.

Júlio César disse...

Prezado,

Homens e anjos são, de fato, criações distintas. Jamais neguei isso. Acho que nos desentendemos, mas não daqui em diante.

Ainda permaneço sem uma resposta para minha inquietação: qual a forma original de um anjo? Afinal, ele é parecido com o quê?

Eu estou inclinado a achar que sua compreensão acerca dos anjos toma-os como espectros amorfos e luminosos. No entanto, acredito que não seja esse o caso.

Aproveitemos para acertar nossos conceitos de teofania: para mim, teofania significa aparição ou manifestação divina; e, se notei corretamente, para você, o termo tem que ver com a alteração da estrutura original das coisas, mais especificamente, com a adoção de uma forma secundária por um ser celestial em visitação a este mundo. Penso isso porque você escreveu "manifestação teofânica", expressão que é, a meu viso, redundante.

Quando falo de teofania, falo no primeiro sentido. Ok?

Foram pinçados da Bíblia alguns trechos de I Coríntios 15 para uma explicação da composição dos corpos celestiais. Devo advertir, no entanto, que, nessas passagens, Paulo nos fala do tempo em que seremos ressuscitados, valendo-se o apóstolo da seguinte conclusão (I Coríntios 15):

51 Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos,
52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
53 Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade.
54 E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória.

Paulo está a esclarecer qual será nossa condição depois que obtivermos a imortalidade, a incorruptibilidade, a perfeição e glória – caso, é claro, já tenhamos aceitado a Cristo como Salvador pessoal antes de Sua segunda vinda. É disso que o autor da epístola trata.

Aqui, Paulo está falando de nosso corpo mortal, o qual será transformado após o ressoar da trombeta de Deus (referência à volta de Jesus – ver verso 23), depois do que, o Céu estará pronto para receber os membros da família humana.

E nós, da família humana, estaremos no Céu transformados e – acho que não há problema em falar – restaurados à imagem original, à perfeição com que Deus criou o homem. Viveremos, então, sem pecado e não estaremos sujeitos a suas consequências malignas, entre as quais, a morte. Ficaremos como o ser humano antes de desviar-se de Deus, como nossos primeiros pais, gloriosos. E lembre-se: como seres perfeitos, nossos primeiros pais comiam.

Mas, essa é outra discussão.

Júlio César disse...

Pelo contexto do Gênesis (apontado em comentário anterior a este), a expressão “filhos de Deus” diz respeito a seres humanos.

A Bíblia não fornece bases para dizer que houve seres híbridos, resultantes da junção entre anjos e seres humanos, pois a nós é dito que anjos não possuem capacidade de procriação.

Para arrematar, o redator de Hebreus (2:12) assim escreve: “Pois ele, evidentemente, não socorre anjos, mas socorre a descendência de Abraão”. A referência é a Jesus. Dessa maneira, como Ele não acode anjos, não tem como ter ele pregado a anjos “que estavam em prisão”.

Aliás, asseverar que Deus aprisiona suas criaturas em calabouços escuros não é acertado. Isso é compreender incorretamente o caráter longânimo e terno de Deus e dar a Ele um atributo que Ele não tem. A passagem de I Pedro 3:19 contém uma figura de linguagem (e isso deve ser observado, também, na leitura de Apocalipse).

O trecho de I Pedro 3:19 e 20 não trata de anjos. Pela correta interpretação das Escrituras*, os “espíritos” ali mencionados são seres humanos vivos (e não podem ser os “espíritos dos mortos” ou “almas” desgarradas, pois a Bíblia é enfática ao confirmar que os mortos nada sabem e estão em completa inconsciência). E tais seres humanos caíram na prisão que é o pecado e o grilhão da morte, dos quais o evangelho de Cristo os pode livrar (e a nós também, amém!), tirando-os desse aprisionamento.

Nenhum juízo divino cai sobre a Terra sem que, antes, Deus dê plena e cabal chance de arrependimento. Nos tempos de Noé, esse período de graça também foi concedido, mais precisamente, 120 anos (Gênesis 6:3), nos quais o patriarca e sua família (os únicos habilitados a pregar, porque aceitaram a graça de Deus e seguiam Seus passos – por isso se salvaram) pregaram aos antediluvianos corruptos (II Pedro 2:5), apelando para que mudassem seus caminhos enquanto era oferecido o arrependimento, para que fosse libertos do pecado (prisão) em que viviam. Todavia, eles resistiram a ponto de rejeitarem irremediavelmente a Deus por sua própria vontade, cometendo pecado após pecado e, por fim, o pecado imperdoável. Não se comportaram como a cidade de Nínive, sobre a qual a destruição estava determinada, mas foi afastada pela conversão de seu povo. E veio o dilúvio.

Deus pregou aos espíritos em prisão (antediluvianos) através do ministério de Noé durante o tempo de construção da arca (120 anos).

E, depois, vemos que o próprio Pedro (I Epístola, 1:12) diz: “a eles [os patriarcas] foi revelado que, não para si mesmos, mas para vós outros, ministravam as coisas que, agora, vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho, coisas essas que anjos anelam perscrutar.”

Assim – e por derradeiro – o evangelho da salvação não é para anjos.

Precisamos enxergar que os argumentos do “post” não calham e devem ser por nós abandonados.

* Correta interpretação das Escrituras:
- “espíritos” refere-se a homens sim (Hebreus 12:9,23; Números 16:22 e 27:16);
- a obra de Jesus foi a “abertura da prisão aos presos” (Lucas 4:18-21; Isaías 42:6,7 e 61:1), sendo o pecado a prisão (Provérbios 5:22)

OBS.: Fiquei perdido em alguns termos. Quero solicitar sua compreensão e pedir que esclareça REBELDIA x ORDENANÇA.

Fraternais abraços.

principe_da_paz disse...

Julio Cesar vejo que quanto mais nos aprofundamos, mais nos distanciamos no entendimento,haja vista que pelo que escreveu fica notória sua visão aniquilacionista ao citar que Deus “não aprisiona almas”, considerando o inferno como algo literal, entendo ser ele uma prisão eterna, enquanto o senhor entende como metáfora, estou certo em minha observação?

Quanto a Jesus pregar aos espíritos em prisão, não o fez para remissão, nisso concordamos, anjos não são remidos, e os homens o são desde que aceitem a Jesus como Senhor, mas isso enquanto na carne. Pregar aos espíritos em prisão é proclamar a tais anjos caídos a vitória de Jesus sobre a morte (isto está bem explanado na postagem).

Outro aspecto divergente é sua compreensão quanto ao estado dos mortos, que não podem participar das coisas dos vivos, é fato, mas daí afirmar que estão em total estado de inconsciência (mortalidade ou sono da alma), disso discordo.

Compreendo a teofania exatamente como o senhor expressou como a manifestação física do próprio Deus, ou de uma entidade celestial (anjos).

No que me referi à rebeldia x ordenança, é que foi um ato deliberado (volição) dos anjos caídos relacionarem-se como as mulheres. Não se tratou de um “Assim diz o Senhor”, Deus não mandou que fizessem, espero ter sido claro.

Paulo de fato nos fala de nossa condição futura (incorruptível), e nessa narrativa deixa claro a diferença que existe entre os corpos (a despeito do pecado ou qualquer outro elemento), me refiro à transformação da matéria, a imagem do próprio Jesus Cristo, antes e depois de sua ressurreição. Já os anjos nunca foram como nós, a Bíblia narra que o primeiro homem foi feito de elemento da terra e feito imortal, perdendo sua condição a partir do pecado, o novo homem continua imortal (seja salvação ou perdição eterna), mas a sua matéria será distinta do que é hoje e do que foi com Adão (antes de sua corrupção).

principe_da_paz disse...

Em nenhuma passagem na Bíblia vemos espíritos como sinônimos de homens, almas sim.

Ó Deus, Deus dos espíritos de toda a carne, (Nm 16:22)

O SENHOR, Deus dos espíritos de toda a carne, ponha um homem sobre esta congregação, (Nm 27:16)

Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos? (Hb
:9)

À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; (Hb 12:23)

Aqui homens não são chamados de espíritos, mas é feita referência aos espíritos dos homens, coisas distintas.

Deus DOS ESPÍRITOS DE TODA CARNE;
ESPÍRITOS DOS JUSTOS;
Deus DOS ESPÍRITOS; (o que não restringe aos homens ), afinal os ANJOS são ESPÍRITOS MINISTRADORES ( Hb 1:14)

principe_da_paz disse...

Ficou claro para mim que o senhor defende uma visão doutrinária da Igreja Adventista do Sétimo Dia, tem conceitos pré-estabelecidos, mas espero que pela inteligência que demonstra seja um homem aberto a reflexão, e capaz de reconsiderações (assim como eu).

Sou grato pela sua participação e estendo o convite para participar da comunidade Debate Bíblico onde poderemos debater não só esse, como também outros aspectos doutrinários importantes.

A paz de Cristo

Júlio César disse...

Eu não escrevi que “Deus não aprisiona almas”. Isso pode causar muita confusão. Portanto, esclareço: o que eu disse foi “asseverar que Deus aprisiona suas criaturas em calabouços escuros não é acertado”.

Quando digo “assim diz o Senhor” ou digo que “preciso de um assim diz o Senhor” estou me referindo à necessidade de um embasamento bíblico abrangente para dar como válido um argumento qualquer.

Se você afirma que bem explicou a ideia de que Jesus foi visitar anjos caídos aprisionados para proclamar-lhes a vitória sobre a morte, então eu falhei e peço que explique com mais riqueza de detalhes a fim de que eu compreenda.

E ainda preciso saber qual é o formato que aos anjos tem. Enfim, com que se parecem eles?

A Bíblia é categórica ao dizer que os mortos não possuem consciência: Salmo 146:4 e Eclesiastes 9:6. Ela assim o diz porque...

Porque o único que possui imortalidade é Deus (I Timóteo 6:16);

Porque, por ocasião da morte, nenhuma entidade intangível e consciente sai do ser humano (Jó 14:14,21; Salmo 6:5; 115:17);
porque a morte é um sono até o momento da ressureição (I Tessalonicenses 4:15.16; I Coríntios 51,54; Jô 19:25-26); a Bíblia compara a morte a um sono 53 vezes;

Porque não há sentido que a pessoa tenha uma segunda existência, agora extracorpórea, sendo que a morte é um inimigo e não um rito de passagem (e esse inimigo será, enfim, derrotado, como descrito em Apocalipse 20:14: o inferno e a morte serão encaminhados ao lago de fogo, o qual é a segunda morte, isto é, a inexistência, a ausência total de vida – serão,assim, apagados para sempre);

Porque Deus condena os vários estilos de espiritismo (Deuteronômio 18:10-12: “Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor”; Isaías 8:19: “Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso não consultará o povo ao seu deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos?)...
... digo, condena os vários tipos de espiritismo, pois os "espíritos" do espiritismo, segundo os claros ensinos das escrituras, não pertencem aos mortos, pois estes jazem na inconsciência e não podem comunicar-se com o mundo dos vivos. Não há dúvida alguma de que são potências espirituais que fazem sua aparição e manifestam seu poder nas sessões espíritas, mas não são seres humanos mortos e, sim, anjos, travestidos de pessoas; anjos caídos, os quais se beneficiam da fragilidade do sentimento humano para seduzir e instilar inverdades no coração dos homens.

Tenho que apresentar alguns subsídios primordiais para nós. A Bíblia emprega “alma” e “espírito” em diversos sentidos e seu real significado virá da análise do contexto e da compreensão de toda a Bíblia, a qual não é contraditória e nos revela o estado dos mortos, apregoando que o ser humano não possui “alma” ou “espírito” imortais.

Vejamos (NÃO SE ATENHA A APENAS UMA TRADUÇÃO DA BÍBLIA):

Júlio César disse...

Alma com conotação de vida: Levítico 17:11; 17:14; Atos 20:10 (além de Gênesis 9:4-5; I Reis 19:14; Jô 6:11; Marcos 3:4; II Coríntios 12:15; Hebreus 10:39; Mateus 11:29; 16:26;Marcos 8:37: Lucas 12:20).

Alma com conotação de pessoa: Gênesis 46:27; Levítico 17:12; Atos 2:41; 17:14; 27:37 (além de Gênesis 36:6; 46:15,18,22,25,26; Levítico 17:10,15; Salmo 109:20; Provérbios 11:30; Jeremias 52:29,30; Ezequiel 13:18-20; 22:25; Atos 3:23);

Alma com conotação de coração: Gênesis 34:3; I Samuel 20:17; I Reis 11:37 (além de Salmo 42:5; Eclesiastes 6:2; Cantares 3:4; Miquéias 7:3; Marcos 14:34);

Espírito como conotação de faculdades morais, índole, caráter, pensamento, sentimento: Salmo 51:10; Lucas 1:17; I Coríntios 4:21; Filipenses 1:27 (além de Romanos 1:9; 7:6; II Tessalonicenses 2:2);

Espírito como conotação de ânimo, energia: Gênesis 45:27; Juízes 15:19; Jô 17:1; Salmo 143:7;

Espírito como conotação de fôlego, respiração, sopro: Gênesis 7:15; Jô 14:10; Eclesiastes 12:7; Lucas 8:55;

Espírito como conotação de vida: Apocalipse 14:15;

Espírito como conotação de anjo: Atos 8:26,29; Hebreus 1:13-14;

Espírito como conotação de pode divino, Espírito de Deus: Gênesis 1:2; Isaías 44:3; 61:1; I Coríntios 6:19 (além de 301 textos).

Quero indagar: por que a matéria do novo homem será matéria distinta do que foi com Adão (antes de sua corrupção)?

E obrigado pelo convite que me foi feito!

Realmente, sou Adventista do Sétimo Dia há 3 anos. Mas, não posso acatar o que diz quando afirma que tenho conceitos pré-estabelecidos. Se os tenho, você também os terá.

Sou tão aberto quanto você, meu irmão cristão. Não fosse assim, jamais teria aberto a Bíblia para sair do Catolicismo e de uma Visão de Mundo Subjetiva, Única e Pitoresca que depois vim a desenvolver.

Abraços.

principe_da_paz disse...

Julio Cesar, com relação a imortalidade da alma, tem uma postagem aqui mesmo no blog que trata desse assunto, justificando o quão inconcebível é crer no "sono da alma".

Sobre a aparencia dos anjos, creio que salvo as referências a imagens como vistas no tabernaculo onde anjos possuem asas (afinal o senhor frisa muito isso), e os anjos que cobrem seus pés e seus rostos com asas, pode ser até que haja anjos que não as possue. Salvo isso eles devem ter formas semelhantes a nossa, formas e não materia.

Quanto a indagação:

Adão possuia um corpo terreno, mas era imortal, após o pecado passou a ser mortal e ainda detentor de um corpo terreno.
Após a ressurreição teremos um corpo semelhante a esse que temos, no entanto celestial.

principe_da_paz disse...

Sim, Deus aprisiona suas criaturas, e isso não é de forma desavisada. Está nas escrituras, vida eterna ou punição eterna.

Simples Assim.

principe_da_paz disse...

"Realmente, sou Adventista do Sétimo Dia há 3 anos. Mas, não posso acatar o que diz quando afirma que tenho conceitos pré-estabelecidos. Se os tenho, você também os terá."

Me perdoe caso Eu tenha lhe ofendido de alguma forma. Não foi minha intenção rotulá-lo, só disse o que disse por conhecer da doutrina da igreja, e por isso supus que o irmão em Cristo, tivesse sua visão doutrinária pautada nisso.

Anônimo disse...

(Comentário de César)Irmão, muito interessante seu comentário, uma vez que muitas vezes passamos neste assunto mas não o damos o devido relevo devido a estarmos procurando outros temas. Mas, sobre os seres híbridos de cruzamentos anjosXhumanas, podemos considerar o contexto do livro Números, cap.13, como se referindo a estas criaturas? Se sim, me fica uma dúvida, que não sei responder... e os vegetais gigantes do local, foram influenciados? Outra coisa: Golias, adversário de Davi ainda pastor de ovelhas, era um ser híbrido? Por fim opino que o comentário do irmão que disse que anjos não comem nem sentem nada carnal está correto apenas quando se trata deles em forma espiritual, mas uma vez encarnados, como o descrito, contraem os desejos e necessidades da carne. O próprio Cristo, no deserto, assim admitiu em suas reflexóes que somos seres espirituais em princípio, mas que uma vez nescidos na carne, somos suscetíveis de fome, etc... A questão é se estes anjos estavam ou não encarnados quando entraram às mulheres humanas. Provavelmente estavam para terem como fazè-lo, ou porventura teriam o poder de engravidá-las na forma espiritual somente? Isto teria algo a ver com o que houve com Maria? Irmão, fica em Paz!

Vanderlei L. Borkoski disse...

César, obrigado pelo comentário.

Começando por Golias. SIM é Ele descendia dos gigantes. (Um remanscente), assim como foi o Rei Anaque, este também descendia dos gigantes. (Números 13:33)



OS Filisteus descendiam dos Refains. Todos os gigantes foram extirpados, pelo dilúvio, muito possivelmente os pós-diluvianos, surgiram por um pecado reincidente dos anjos, não cabe uma alteração genética, uma vez que todos foram mortos no dilúvio sobrando apenas Noé e seus familiares. Mas uma coisa é certa todos os outros gigantes que surgiram foram mortos a espada.


Sobre como engravidaram as mulheres, por certo estavam em forma humana, pois a gravidez de Maria e a concepção de Jesus se dá de forma única (sem precedentes), por isso UNIGENITO (ùnico no gênero)de DEUS.

Quanto a vegetação,não há referencias que levem a crer que tenha sofrido mutação de qualquer natureza. Trouxeram um ramo de vide com um cacho de uvas, mais romãs e figos sobre um verga, ou seja, uma ripa ou vara flexível, creio que isso não seja indício de que os frutos fossem anômalos.

Shalom Aleichem !

Anônimo disse...

(Pergunta de César) A Paz do Senhor irmão. Irmão, uma pergunta. O dilúvio acabou com os gigantes? Fico numa situação difícil. Se eu acreditar que acabou, de onde vieram então os gigantes seguintes, em Números? Dos lombos de Noé ou descendentes de Noé?
Por outro lado, se eu acreditar que o dilúvio não acabou com todos os gigantes, isto contradiz a Bíblia, que diz que o dilúvio poria fim a toda carne vivente. Como responderia isto?

Vanderlei L. Borkoski disse...

Paz do Senhor. Sem contradições.

Sim, os gigantes foram destruídos com o dilúvio(principal motivo para ter havido), contudo num segundo momento Satanás voltou a induzir alguns de seus piores demônios (anjos caídos)a repetir o mesmo mal. O Senhor por sua vez, ao invés de destruir toda a raça humana novamente(o que prometeu não fazer) , simplesmente capacitou seu povo escolhido (Hebreus), e fez com que eles destruíssem a espada esses seres híbridos.

A Bíblia não relata, mas possivelmente esses anjos reincidentes tenham sido penalizados como os anteriores, ou talvez aguardem o fim, as Escrituras são tácitas quanto a isso.

Shalom Aleichem

Anônimo disse...

(Comentário de César) Amém irmão. E obrigado pela pronta resposta. Isso deveria figurar no Guinness Book na ordem da eficiência de donos de blogs, rs...
Mas irmão, se não lhe é incoveniente, me explica a sua visão de comando de satanás: É ele o chefe dos demônios (Anjos caídos)? Os anjos caídos estão na terra, enquanto ele, pelo privilégio de ser filho de Deus (Rebelde), os comanda e induz dos céus? O inferno é na terra? Lago de fogo é uma coisa, inferno é outra? Deus te abençoe!

Vanderlei L. Borkoski disse...

PzdS! Sim Satanás é o líder dos anjos caídos (Ap 12:4)

Na verdade os anjos não estão na terra e nem no inferno. Estão nas regiões celestiais e isso não se dá num plano visível."Ef 2:2 , Ef 6:12" (mundo existente)

O inferno não é na terra. O inferno é conotativo, significa, tanto sepultura, como lugar de tormentos, como mais profundo dos abismos. É necessário examinar a palavra em seu contexto. (conforme ocorre com a palavra alma).

Sim, inferno é uma coisa e lago de fogo é outra.

Grosso modo podemos asseverar que inferno é o contingente de anjos caídos e humanos que perderam a Salvação.

Lago de fogo por sua vez é o lugar preparado onde será executada a punição eterna desse contingente.

E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. (Apocalipse 20 : 14)





E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. (Apocalipse 20 : 15)




Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; (Mt 25:41)




Sugiro que leia a postagem "Inferno, o que é?"

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/11/inferno-o-que-e.html


Shalom !

Moraes disse...

eram filhos de Adão e eva, de antes do pecado... E não esquecam que Adão
media 5.50 metros...

os versículos são a definição de um capitulo, LEIA-OS INTEIROS. Paren de navegar nas escrituras.

Moraes disse...

pq jesus e o Primogenito dos motos?

Vanderlei L. Borkoski disse...

Moraes, Shalom.

Faltou apenas fazer prova de que Adão media 5,50 (Pois a Bíblia não respalda a defender sua assertiva) ;

Faltou fazer prova que os gigantes são filhos de Adão e Eva de antes do pecado, pois a isso , a Bíblia também não dá respaldo.

O Eterno disse antes do pecado que enchessem a Terra, mas os relatos nas Escrituras revelam que isso só principiou APÓS a queda.

Somente no CAPÌTULO 4 é que ADÃO CONHECEU A EVA, ou seja, mantiveram relações sexuais.





"CAPÍTULO 4

1 E CONHECEU Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem."





Sobre sua pergunta sobre o que significa Jesus ser o primogênito dos mortos, é muito simples.

Ele foi o primeiro a ressuscitar COM CORPO INCORRUPTÍVEL, ou seja, ressurreição ETERNA e não temporal como alguns casos registrados, a exemplo a filha de Jairo.




E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. (Colossenses 1 : 18)





Para que possa entender melhor...

Houve homens que ressuscitaram para de novo morrer, a fim de alcançar uma melhor ressurreição.




As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; (Hebreus 11 : 35)

Pr. Josiel e Marlene disse...

Paz Irmãos...
Sempre me chamou atenção a passagem de Gn 6:4.
Estive lendo alguns comentários.
Penso que realmente no antigo testamento Deus se refere à Anjos como "filhos de Deus", até porque nesta época ainda Jesus não havia nascido.Como diz em João 1:12-13 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
Gostei muito do Blog.
Parabéns pela coragem de expor suas idéias!
Que Deus continue te usando para a Gloria dele!!

Vanderlei L. Borkoski disse...

Shalom Pastor Josiel. Obrigado por seu comentário.

De fato Os anjos, Os Judeus (Os 11:1) e a Igreja (nações gentílicas)são chamados filhos de Deus. E Yeshua (Jesus) Filho unigênito, pois não há ninguém semelhante a ele.