Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Batismo - qual é o correto?


Como Deveria Ser Administrado o Batismo?

São conhecidas três formas de realizar o batismo.
Por imersão (que é a única que recebe respaldo bíblico), mergulho nas águas.
Por efusão = Borrifar a água
Por aspersão = respingar a água.

Várias respostas são dadas a esta questão. Para encontrar a resposta correta, contudo, temos que voltar novamente à Bíblia. Quando examinamos a linguagem original da Bíblia, encontramos que a palavra batismo significa, literalmente: "afundar, mergulhar, imergir". Isto apoiaria a idéia de que o batismo, no qual se é completamente submerso sob a água, é o significado real da palavra batizar. Um argumento ainda mais forte pelo batismo por imersão é encontrado nos exemplos bíblicos. Mateus 3:16 diz-nos que Jesus "batizado, saiu logo da água"., concluindo-se que ele tinha entrado na água. João 3:23 nos diz que João batizou em Enom "porque havia ali muitas águas". Se ele estivesse apenas borrifando ou derramando para batizar, porque teria sido necessária muita água?
Em Atos 8:38-39, encontramos Filipe e o eunuco entrando na água. Novamente, isto reforça o fato de que o batismo por imersão é exigido do crente.
Também, Paulo compara o batismo a um sepultamento (Colossenses 2:12, Romanos 6:3-6). Não sepultamos um corpo jogando apenas uma pá de terra sobre ele nem tentaríamos sepultar o velho homem do pecado simplesmente com umas poucas gotas de água. A imersão está no plano de Deus para o batismo do crente.


David Cloud
Fundamental Baptist Information Service

A questão do batismo envolve dois aspectos cruciais, que são a forma correta de ministrá-lo e quem deve receber essa ministração.
Os primeiros batismos realizados conforme registros no Novo Testamento, indicam claramente que João Batista chamava as pessoas ao arrependimento.
O que significa que tem que haver um estado de consciência.
Esse estado de consciência automaticamente exclui as crianças.A psicologia ensina que a partir de 10 anos de idade passa-se a ter uma compreensão melhor de mundo, e para muitas igrejas cristãs essa seria uma idade adequada para proceder o batismo. Outras acreditam que após os 12 anos seria mais adequado.
Até esse ponto não questiono. O que considero uma pratica incorreta e o batismo de crianças recém nascidas ou em idade inferior a essas anteriormente citadas.
Crianças assim não são conscientes de sua condição de pecadora, e nem podem ser conscientizadas, porque suas faculdades mentais não estão aptas para isso.
Infelizmente muitas igrejas a principiar pela igreja Católica, optam em batizar os infantes.Depois da reforma protestante essa prática teve continuidade em outras igrejas, assim como a má interpretação das escrituras concernentes a forma de batismo.
Salvo os batistas, que compreenderam que o correto biblicamente é o batismo por imersão, e que o batismo infantil não encontra respaldo bíblico.



No judaismo a idade de responsabilidade é de 13 anos para meninos e 12 anos para meninas.
http://pt.wikipedia.org/wiki/B%27nai_Mitzv%C3%A1


Quem pratica o batismo infantil?

IGREJA CATÓLICA ROMANA


IGREJA ORTODOXA ORIENTAL


LUTERANOS


ANGLICANOS


METODISTAS


PRESBITERIANOS

CONCÍLIO MUNDIAL DE IGREJAS



Argumentação presbiteriana para tal pratica extra-biblica é esta:

"E embora nossas crianças pequenas não entendam essas coisas, não podemos excluí-las do batismo, pois como elas são participantes da condenação em Adão sem o conhecimento delas, assim também elas recebem a graça em Cristo."

Rev. Ronald Hanko

Refutação

Na verdade muitos adultos também não são conscientes da sua condenação em Adão, dai o arrependimento para o batismo. Primeiro é preciso crer, arrepender-se para então ser batizado. Já as crianças, não tem a consciência e nem a faculdade de reconhecer sua condição.

O que então não justifica essa parca argumentação.

“O argumento da Forma para a Administração do Batismo está baseado na verdade de que os infantes podem e são salvos por Deus (Salmos 139:13; Jeremias 1:5; Lucas 1:15; Marcos 10:13-16). Se podem ser salvos, eles também podem receber o batismo como o sinal da salvação. Dizer que eles não podem ter o sinal, quando podem ter a salvação ao qual o sinal aponta é, no mínimo, inconsistente.”

Rev. Ronald Hanko

Refutação

A salvação do infante,independe do batismo, porque o batismo simboliza o novo nascimento e deve ser realizado,mas só em idade de consciência.É considerado um profissão publica de fé.No entanto nos casos em que não possa ser administrado, não impede a salvação. Como pode ser constatado pelo ladrão na cruz, que na sua última hora aceitou a Jesus como salvador, mas estava impedido de ser batizado.

No caso das crianças, não há arrependimento porque não se pode reconhecer sua condição inicial de pecadora. Então é garantida a criança a salvação enquanto no seu período de inocência.

"Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;" (Atos 17 : 30)

Veja o que diz o Centro Apologético Cristão de Pesquisas (CACP)

Quem deve ser Batizado?

Os que devem passar pelas águas do Batismo são aqueles que creram na Palavra, se arrependeram dos seus pecados e querem viver uma nova vida (Mc.16:16, At.2:38, Rm.6:4). As crianças estão isentas dessa ordenança, pois dos tais é o Reino de Deus (Mt.19:14).

ABS Vida é um site que trata do evangelismo pessoal, e eles mesmos afirmam que para crianças muito pequenas não adianta falar abertamente que são pecadores porque elas não vão entender.

Quando falar de Jesus para as crianças e como praticar o
ensino bíblico de acordo com a idade da criança.
?

Idade da criança

Alguns pensam que somente devemos falar de Jesus para as crianças quando elas já sabem o que é certo e o que é errado.
Ou seja, quando entram na chamada “idade da consciência”.

Outros entendem que o homem tem que saber, desde pequeno, que é um pecador.

Quando falar de Jesus para as crianças?
Parece-nos que o melhor é apresentar Jesus às crianças o mais cedo possível.
Tomando-se, no entanto, o devido cuidado no modo de apresentar-lhes o ensino bíblico, que deverá levar em conta a idade da criança.
Na fase inicial da vida não há necessidade de falarmos de pecado e de culpa para as crianças.
Mas, sim, devemos encher o seu coração da presença de Deus através do ensino bíblico, de louvores e de oração.
Isto vai ajudá-las a permanecerem com o coração limpo e o temor a Deus.

http://www.absvida.com.br/quando_falar_de_jesus_para_as_criancas.html

No meio evangélico é feita a apresentação da criança, semelhante ao que os judeus fazem, mas é garantida a criança o direito de em idade de crer, optar ou não por Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador e ai então após um curso preparatório (discipulado) realizar o batismo.

Infelizmente a reforma protestante não foi completa, e muito da doutrina católica foi e ainda é mantida por igrejas tradicionais. A verdadeira reforma está em praticar apenas o que está nas sagradas escrituras e não nas tradições humanas que foram agregadas a ela.


Veja abaixo um vídeo do batismo infantil em uma igreja Presbiteriana.



Como pode ser observado no vídeo, é necessário a fé dos pais para efeito de salvação da criança para seu selamento.
Mas na verdade a salvação é individual e a palavra de Deus diz que todo aquele que crer e for batizado será salvo,Ninguém pode crer por mim, eu preciso crer sozinho.

O próprio reverendo diz:

"Hoje você não entende, um dia você entenderá..."
"Quando crescer mais um pouco e entender tudo a sua volta que seu Espírito possa continuar dentro dela..."


E a Bíblia diz:


"Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." Mc 16:16

"...e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado". I João 1:7


"Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.
O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória."

O Espírito Santo sela depois que ouvimos, cremos e nos arrependemos e nunca oo contrário.

Peço aos irmãos que sempre examinem as Escrituras e cuidem para que não sejam levados pelos ventos de doutrina e tradições humanas.

Graça e Paz