Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Conhecendo o Marianismo

Vamos direto ao assunto.


Marianismo


Definição:

Em minhas palavras defi
no Marianismo como IDOLATRIA a Maria, a mãe de Jesus o Cristo.








Narram as Sagradas Escr
ituras que de uma jovem virgem, nasceria o redentor da humanidade. (Is 7:14)
Essa profecia se cumpriu com o nascimento de Jesus.
(Mt 1:18)
Sua concepção, e nascimento está envolto em acontecimentos sobrenaturais.
Principiando no fato de uma virgem, sem manter relação sexual gerou uma vida em seu útero.
Tudo isso mediante o poder de Deus, f
onte geradora dessa vida.

Isso se deu para que esse infante Jesus, nasce-se sem pecado, haja vista, TODA a humanidade ser pecadora.
(Rm 3:23)


Esse é o primeiro grande mistério, como pode toda a humanidade ser pecadora, e nascer um humano sem pecado.

Isso já foi alvo de minhas postagens, e pode ser lido, através do link a seguir:


Jesus o homem sem pecado. postagem de 18/01/10



No período seguido a ascenção de Jesus (fato que se segue após Sua ressurreição), Maria junto com os apóstolos e os discipulos do Cristo, eram unanimes em suas orações. (At 1:14)
A partir desse ponto a Bíblia se cala com relação a vida de Maria.
Claro que podemos conjecturar a respeito, Eu particularmente entendo que Maria estava reunida junto com os apóstolos em Pentecostes, e que naturalmente foi batizada pelo Espírito Santo. (At 2:1-4)

Creio também que Seus dias se seguiram até que "dormiu com Seus pais".

Após o período de perseguição sofrido pela Igreja de Cristo, e o estabelecimento do Cristianismo como religião oficial romana, muito do paganismo Romano foi sincretizado (fundido) a Sã doutrina cristã.

O culto a Rainha do céu (Diana) foi parte desse paganismo. (Jr 7:18, Jr 44:17-19 , Jr 44:25)

Grosso modo, o culto a Diana transferiu-se para Maria, mãe de Jesus.

O paganismo e a idolatria serão abordados com mais minúcias em uma próxima postagem, mas de momento vamos nos valer dessa informação concernente a Diana.

Com a intituição do Catolicismo Romano, surgiram Seus dogmas e Sua doutrina, e por conseguinte a Sua Tradição.
No decorrer das decadas e dos séculos Maria se tornou a "favorita" entre os "Santos", devido a Sua origem pagã (me refiro a idolatria, e não a mãe do Salvador Jesus).

Vamos conhecer então os dogmas estabelecidos pela igreja Romana, e compará-los as Escrituras Sagradas para ver se estão de acordo.

O Dogma da VIRGINDADE PERPÉTUA consiste em que a Mãe de Deus conservou plena e perpetuamente sua Virgindade. É dizer, que foi Virgem antes do parto, no parto e perpetuamente, depois do parto. A Igreja afirma este Dogma desde o Credo composto pelos Apóstolos O Concílio Vaticano II diz:
"Ela é aquela Virgem que conceberá e dará a luz um Filho, que se chamará Emmanuel" (Const. Dogmática Lúmen Gentium, n 55).
BÍBLIA :
O que Bíblia revela é que Maria era uma virgem, mas sua virgindade permaneceu até o nascimento de Seu "PRIMOGENITO", a saber: JESUS o CRISTO.
E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.
Mateus 1 : 25
Observe o emprego da preposição ATÉ, indicando limite de tempo.
Preposição.

1.Indica um limite de tempo, no espaço ou nas ações.



Dicionário Aurélio

Isso significa que depois do nascimento José poderia consumar Seu casamento com Maria (conjunção carnal).

Para não ficar dúvida, leia outra parte da escritura onde o emprego da preposição ATÉ, indica limite de tempo.

"E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. "

Lucas 24 : 49

O que se cumpriu em Pentecostes, depois disso, os apóstolos começaram Seus ministérios efetivamente.

PRIMOGÊNITO -
Primeiro no gênero (primeiro filho).

Maria teve mais filhos com José.

"Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos. "

AT 1:14


"E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe."

Mateus 12 : 46

"Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas?

Mateus 13 : 55

I Observação: Tiago, o mesmo da epístola universal contida na Bíblia.

II Observação: Ficou "decidido"pela igreja Romana, que Maria não teve outros filhos além de Jesus, no Concílio de Latrão, no ano de 649. (Independente da Bíblia dizer o inverso).

Creio que já seja subsídio suficiente, para provar que Maria não permaneceu virgem.


DOGMA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

Desde o primeiro instante de sua existência, Maria foi preservada por Deus do pecado intrinseco a humanidade, porque ela estava cheia de graça divina. Também professa que a Virgem Maria viveu uma vida completamente livre de pecado.
Dogma oficilializado pelo Papa Pio IX em Sua Bula Ineffabliis Deus em 8 de dezembro de 1854.


Maria nasceu sem pecado ;

Maria não pecou ;

Grosso modo, uma "versão feminina" do Cristo.

BÍBLIA:

Se Maria NÃO tinha pecados, logo,não carecia de um Salvador, mas em Suas próprias palavras, a mãe de Jesus nos revela o inverso.

"Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador; Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada,"

Lucas 1:46-48

Vejo uma Maria tão diferente da "Rainha do Céu", apregoada e defendida a ferro e fogo.

Por que será que só em 1854 somos agraciados com tão notável revelação, de uma fato que supostamente deveriamos encontrar na Bíblia Sagrada, narrado pelo grande profeta messiânico Isaías ou pelos evangelhos, ou até mesmo nos livros apócrifos (não canônicos).

É para se pensar, não é mesmo? (RM 3:23)


DOGMA DA ASSUNÇÃO DE MARIA
Maria arrebatada ao céu em corpo e alma.
O Dogma da Assunção de Maria foi proclamado pela Igreja através da Bula "Munificentissimus Deus" pelo Papa Pio XII ,no dia 01 de Novembro de 1950.

Trecho da Bula Pontifícia:
44. "Pelo que, depois de termos dirigido a Deus repetidas súplicas, e de termos invocado a paz do Espírito de Verdade, para glória de Deus Onipotente que à Virgem Maria concedeu a sua especial benevolência, para honra do seu Filho, Rei Imortal dos séculos e triunfador do pecado e da morte, para aumento da glória da sua augusta mãe, e para gozo e júbilo de toda a Igreja, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo, dos bem-aventurados apóstolos São Pedro e São Paulo e com a nossa, pronunciamos, declaramos e definimos ser dogma divinamente revelado que: a Imaculada Mãe de Deus, a Sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à glória celestial".
BÍBLIA:

Maria jamais poderia ser arrebata ao céu.

Primeiro, porque NINGUÉM foi ao céu, senão Jesus que de lá desceu ; (Jo 3:13)

Segundo , está ordenado a toda raça humana, morrer algum dia (sem exceções) ; (Hb 9:27 , Sl 89:48) ;

Terceiro, temos exemplos na Bíblia de grandes homens e mulheres, também agraciados por Deus, que ainda assim, foram abarcados pela morte (Hb 11) ;

Quarto, a Bíblia se cala quanto a esse suposto acontecimento, e pela envergadura do assunto é de admirar que "Deus" só o tenha revelado em 01 de Novembro de 1950.


"...
declaramos e definimos ser dogma divinamente revelado..."

Há ainda o Dogma da "Mãe de Deus", mas esse dogma já foi visto na postagem anterior, sobre a reza "Ave Maria".

Eis o link para a postagem:

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2011_02_21_archive.html



Apenas vou acrescer aqui uma importante informação.

Maria é chamada Esposa do Espírito Santo

Maria Filha de Deus Pai ;
Mãe de Deus Filho ;
Esposa do Espírito Santo.


Texto circular:

"Deus em Maria assume três posições. A de Pai, Filho, e Esposo. "

"Maria esposa de Deus, envolvida com a Sombra do Altíssimo, Mãe da Igreja e nossa Mãe, Rogai por nós. "

http://etinspiritumsanctum.blogspot.com/2009/12/maria-esposa-do-espirito-santo.html


É inaceitável Maria como "esposa", sendo que no livro de apocalipse vemos revelado que a esposa do Cristo é a Sua Igreja Invisível, composta por todos os Salvos.
Maria faz parte dessa noiva e não é a própria noiva. (Apocalipse 19:7)


"E o Espírito e a esposa dizem:
Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida."

Apocalipse 22:17


Maria também é chamada Medianeira.

O ensinamento que Maria intercede por todos os crentes e, especialmente, aqueles que pedem sua intercessão através da oração, remete aos primeiros séculos do cristianismo, por exemplo a oração Sub tuum praesidium, escrita em grego (250). Outra oração de Efrém da Síria (306-373) afirma: Depois do mediador, a medianeira de todo o mundo.

O mais interessante disso, é que não se descarta o fato de Jesus ser o único mediador entre Deus e os homens (I Tm 2:5) , mas coloca a Maria como mediadora entre os homens e Jesus.
Quem já não ouviu: "Pede para mãe que o filho faz"
Só faltou Bíblia para comprovar essa co-mediação.
Maria também é chamada Co-redentora.
Co-Redentora (Português) ou Co-Redemptrix (Látim) refere-se a participação indireta de Maria no processo de salvação.
Causa Salutis (Causa de Nossa Salvação).
De onde vem essa Co-redenção?
Simples, Jesus é Nosso redentor, Maria o gerou, logo, Maria é co-redentora porque gerou ao redentor.
Se ela não o tivesse gerado, naturalmente não teriamos redentor.
Simples assim. Alguém já viu sofisma mais pueril do que esse?
Tudo bem, vou seguir nessa linha de raciocínio e lançar a seguinte assertiva:
Jessé é co-co-co-co-... redentor, porque se ele não tivesse tido a Davi, e Davi a Salomão, e Salomão... jamais teriamos a José e a Maria (que descendem da tribo em questão), logo, não teriamos redentor.
Vê que lógica ?

Culto a Maria
DEVEMOS DAR CULTO À VIRGEM
Sim, porque é a Mãe de Deus e Mãe espiritual de todos os cristãos.
Não. A Deus, por ser o Supremo Senhor de todo o criado, rendemos-lhe culto de adoração, chamado LATRIA. À Virgem, em mudança, por sua grandeza a veneramos com um culto especial, chamado de HIPERDULIA.
É NECESSÁRIA A DEVOÇÃO À VIRGEM MARIA?
A devoção à Virgem é necessária para salvar-nos, mas com necessidade moral, que se apoia no querer de Deus que nos deu-a como Mãe.
Como bons filhos seus, temos de venerá-la, invocá-la, imitá-la e amá-la.
DE QUE MANEIRA PODEMOS DIRIGIR-NOS À SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA?
Além das orações que a piedade de cada um possa compor, a Igreja recomenda dizer as seguintes: O AVEMARIA, O ANGELUS, A SALVE MARIA, O LEMBRAI-VOS, O MAGNIFICAT, BENDITA SEJA TUA PUREZA, JACULATÓRIAS, e de maneira especial porque Ela o pediu, o rezo do Santo Rosário.
O Santo Rosário é um conjunto de Aves Maria e Pais Nossos em honra da Virgem, estas orações costumam ir acompanhadas de piedosas meditações a respeito dos principais mistérios de nossa fé.
Chama-se Rosário porque as orações que se enlaçam com as meditações dos mistérios (gozosos, dolorosos, luminosos e gloriosos) formam uma coroa de rosas que se oferece a Maria Santíssima.
QUE DIZ O CONCÍLIO VATICANO II A RESPEITO DA DEVOÇÃO À VIRGEM
Adverte a todos os fiéis da Igreja o seguinte:
"QUE TENHAM MUITO EM CONSIDERAÇÕES AS PRÁTICAS E Os EXERCÍCIOS PARA ELA RECOMENDADOS PELO MAGISTÉRIO AO LONGO DOS SÉCULOS" (Const. Dogmática Lúmen Gentium n. 67).

E o que diz a Bíblia a respeito disso ?
Adoração (culto) só a Deus (Mt 4:10, Lc 4:8) ;
Salvação não depende de obras (Ef 2:8-9) ;
Salvação só por Jesus Cristo e nenhum (a) outro (a) (At 4:12) ;

Diversas faces de "Maria".
Acho muito intrigante como Maria (Maria de Roma), pode ter tantas faces.
No Brasil chama-se Aparecida e é negra ;
Em Portugal chama-se Fátima e é branca ;
No México chama-se Guadalupe e é latina ;

Como se explica isso?
Nas palavras de Carlos Drummond, "E agora José?"

Aparecida, a Padroeira do Brasil
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial em 16 de julho de 1930, por decreto do papa PIO XI, sendo coroada. Pela Lei nº 6.802 de 30 de junho de 1.980, foi decretado oficialmente feriado no dia 12 de outubro, dedicando este dia a devoção. Também nesta Lei, a República Federativa do Brasil reconhece oficialmente Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil.
O que significa ser a "Padroeira do Brasil" ?
A desinência " eiro (a) " significa, aquele que trabalha com ...
Ou seja,
Pedreiro - Aquele que trabalha com pedra (construção) ;
Infermeiro - Aquele que trabalha com enfermidade ;
Brasileiro - Aquele que trabalha com pau-brasil (cortadores da madeira), essa é a origem do nome, por isso não somos "brasilol" ou "brasiles" (espanhol, inglês, português) ;
Padroeira (o) - Aquele que trabalha com o perdão (que perdoa os pecados).
Se padroeiro (a) é aquele que perdoa pecados, quem é então o verdadeiro padroeiro do Brasil e da humanidade?
"Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados (disse então ao paralítico) : Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa. "
Mateus 9 : 6
A autoridade de perdoar pecados foi deixado aos apóstolos , (Jo 20:23), sempre debaixo da autoridade do Nome de Cristo. (Jo 14:14)

Coroa e Manto Azul.
A imagem de Aparecida possui uma coroa de ouro, devido a sua suposta majestade.
Em 6 de novembro de 1888, a princesa Isabel visitou a basílica e ofertou, uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis, junto com um manto azul ricamente adornado.A 8 de setembro de 1904, a imagem foi coroada com a coroa e o manto anteriormente presenteados pela Princesa Isabel.
A Bíblia Católica condena a coroa.
O interessante é que o Livro Apócrifo de Baruque, que consta apenas na versão Católica da Bíblia Sagrada, CONDENA a idolatria a imagens e CONDENA o emprego de coroa a essas mesmas imagens.
"A língua desses deuses foi feita por um artista; ela está coberta de prata ou de ouro, mas é de mentira e não pode falar. Como se faz com a moça que gosta de enfeites, pegam ouro e fazem uma coroa para colocar na cabeça de seus deuses. De vez em quando, os sacerdotes, tendo tirado ouro e prata dos seus deuses para o seu próprio proveito, o dão até a prostitutas de bordéis. Eles enfeitam com roupas, como se fossem gente, a esses deuses de prata, de ouro ou de madeira. Mas eles não podem livrar-se da ferrugem nem do caruncho. Depois de tê-los vestido com roupas caras, são obrigados a limpar-lhes a cara, por causa da poeira que do templo lhes caiu em cima."
Baruque 6:7-11

Rainha do céu
Como dito no início da postagem, e para finalizar, uma breve pincelada na chamada Rainha do Céu.
Esse é o tipo de texto circular que encontramos na internet, exaltando a Maria como Rainha do Céu (sem ao menos saber, que na verdade esse título é pagão).
"Vassula, far-te-ei compreender quanto o Amor sofre, ao ouvir tais ofensas. Saiba-se que Eu, o Senhor, honro a Minha Mãe; saibam todos quantos A ofendem que Ela é a Rainha do Céu e que, na Sua Cabeça, Eu, o Senhor, coloquei uma Coroa, uma Coroa de doze estrelas."
Nossa Senhora, verdadeira Mãe de Jesus Cristo, Rei do Universo, é invocada hoje com o título de Rainha do Céu e da Terra.
Maria Santíssima, Rainha do Céu e da terra, foi sempre a vencedora de todas as batalhas de Deus...

Em Suma:
A simplicidade da existência de Maria da judéia, foi deixada de lado, e assumiu uma outra Maria ( a de Roma).
Uma Super-Maria, a qual Todos devem se curvar e aguardar Nela para ser Salvo.

Que Deus possa ser misericordioso e resgatar os irmãos incautos que prestam culto a essa deusa romana.

"Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam."
Êxodo 20:4-5



Nota: Eis aqui um link para outra postagem, onde analiso a reza Ave Maria, vale a pena conferir.



Shalom Adonai.

Ave Maria ?


Sei que vou mexer em "casa de marimbondo", mas qual é a proposta do blog?

Defender a sã doutrina, sem vínculos religiosos.

Pois bem, chegou a hora de conhecermos as verdades e os mitos sobre Maria, mãe de Jesus.




Pretendo fazer duas postagens acerca de Maria, nessa primeira postagem vou "analisar" a reza "Ave Maria" , a luz das Sagradas Escrituras.

Ave Maria cheia de graça,
o Senhor é convosco,
bendita sois Vós entre as mulheres,
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,
rogai por nós pecadores,
agora e na hora da nossa morte. Amém

Ave Maria - É uma saudação a Maria, comum entre os romanos. A exemplo: "Ave Cesar".

Na Bíblia encontramos o anjo Gabriel saudando a Maria com "Salve" (pode se considerar palavras sinônimas).

"Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres."
Lucas 1:28

Até aqui tudo bem.

Cheia de graça -
Significa agraciada, Maria aquela que fora escolhida por Deus, para algo grandioso. A concepção do "filho de Deus".

Sem novidades, tudo muito bom.

O Senhor é convosco -
Completamente pautada na Bíblia " O Senhor e contigo..." Lc 1:28

Bendito é o fruto do Vosso ventre Jesus -
Sem sombra de dúvida, bendito é o fruto.

Agora a coisa começa a complicar...

Santa Maria, mãe de Deus -
Deus tem mãe?

No Terceiro Concílio Ecumênico de Éfeso (431d.C), ficou dogmatizado que Maria é a Mãe de Deus, haja vista que Jesus é Deus segundo o que se pode interpretar pelo Evangelho de João no capítulo I versículos 1 e no versículo 14. E o que ficou estabelecido no Primeiro Concílio de Nicéia (325 d.C)

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade."


A isso se deu o nome de "Theotokos" - cuja tradução literal é portadora de Deus.

Opositores desse dogma entendiam que o correto seria "Christotokos" - A mãe do Cristo (do enviado, do messias).

A oposição vinha por parte dos Nestorianos, aqueles que seguiam ao Patriarca de Constantinopla.

Enfim, com o passar dos anos se perdeu o sentido original do termo, e esse " Mãe de Deus" ganhou uma conotação muito além do que deveria. Maria é adorada com a mãe de Deus, e não como a mãe do Filho de Deus, em conseqüência há quem atribua a Maria "poderes", "divindade", etc.

E a bem da verdade, Ela não deveria ser adorada nem de uma forma, nem de outra, mas tão somente reconhecida como a mãe de Jesus.

Ao meu ver os Nestorianos é que estavam certos.


Rogai por nós pecadores agora e na hora de Nossa morte -
O melhor ficou para o final.

Vamos analisar com MUITO critério.

Rogar significa:

1.Pedir favor(es), com instância ou humildade; suplicar, instar.
2.Exortar, tentar convencer com pedidos.

Dicionário Aurélio

Suplicar a quem,?
Naturalmente a Deus.

E por quem se pede ?
Por nós pecadores.

E quando? Agora e na hora de Nossa morte.

Três enganos da "Ave Maria" inconciliáveis com a Bíblia:

Primeiro engano:
Rogar a Deus.

A Bíblia de fato nos fala de intercessão, nos aconselha a orarmos uns pelos outros, orarmos pela paz.

"Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. "

Tiago 5 : 16

"Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam."


Salmos 122 : 6


"Rogai, pois, ao Senhor da seara,
que mande ceifeiros para a sua seara."

Mateus 9 : 38

Mas para tanto é necessário um certo atributo.

Que atributo é esse? ESTARMOS VIVOS.


"Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou os mortos se levantarão e te louvarão?"

Salmos 88 : 10


"Os mortos não louvam ao SENHOR, nem os que descem ao silêncio. "

Salmos 115 : 17


"Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento."

Eclesiastes 9 : 5


Mediante isso, como poderia Maria rogar (interceder) por Nós, uma vez que Ela não está mais entre Nós, e intercessão é tarefa dos vivos?


Segundo engano: Rogar pelos pecadores.

Em parte alguma da Bíblia vamos encontrar inferências a qualquer pessoa como intermediário (mediador) entre Deus e o homem, salvo Jesus Cristo.
Como já foi dito, podemos fazer orações de intercessão, mas jamais sermos mediadores, ou ter a certeza que Deus vai acolher a suplica de alguém em favor de outrem.

"Porque há um só Deus, e
um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem."

I Timóteo 2 : 5

Até mesmo em Nossas intercessões somos auxiliados pelo verdadeiro intercessor, que é o Espírito Santo.

"E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos."

Romanos 8:26-27

E pra quem acha que Estou interpretando Maria como Medianeira, e não se trata disso, peço que leia a próxima postagem onde farei prova de documentos que endoçam minha assertiva.

Terceiro engano: Rogar agora e na hora de Nossa morte.

Ainda que Eu estivesse enganado em meu juízo de valor, seria MUITO difícil explicar como Maria pode ter os atributos de Deus.

Do que Eu estou falando?

Pense junto comigo, "... Agora e na hora de Nossa morte..."

Quais são os principais atributos exclusivos de Deus?

Resposta:
Onisciência (SL 147:5) (Saber todas as coisas) ;
Onipresença (Sl 139,7-12) (Estar em todos os lugares ao mesmo tempo) ;
Onipotência (Lc 1:37) (Poder para realizar qualquer coisa) ;

Pois então, é disso que Maria precisaria para "rogar por Nós agora e na hora de Nossa morte".

Supomos, que Maria possua 1.000.000 (Um milhão) de devotos;

Esse Um milhão espalhados por todo globo terrestre;

Desse Um milhão, 100.000 (cem mil) estão na iminência de morrer;

Desses Cem mil, 10.000 (dez mil) recorram a Maria (lembrando que todos estão espalhados pelo mundo).


Maria precisaria, ESTAR EM TODOS OS LUGARES PARA SOCORRÊ-LOS ;

Maria precisaria, SABER TODAS AS COISAS para auxiliar a cada um em Sua necessidade ;

Maria precisaria, SER TODA PODEROSA, para poder livrar a cada um de Seu perigo, doença ou seja qual for o mal que está sobre Seu devoto.

Em suma:

Maria precisaria ser DEUS.


E isso sabemos que Ela não é, logo, é vão clamar a alguém que não pode te ouvir, que não pode estar onde você está, e não possui força (poder) para te auxiliar.
Essa minha "equação" não restringi-se só a Maria, mas também a Todos os Santos. Todos Eles precisariam desses mesmos atributos para nos auxiliar em Nossas necessidades.
Que fique claro que não Sou contra Maria, a respeito com a Mãe do Filho de Deus, sua importância para todo nós.
Sou contra é a idolatria que se estabeleceu ao redor dela, e de todos os Santos de destaque no cristianismo.
Meu objetivo foi mostra o quão inútil (me desculpe, mas não vejo outra palavra) é depositar a fé nos mortos.

"A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?"
Isaias 8:19 c

Nota: Eis aqui um link para uma postagem onde explano acerca do Marianismo em detalhes, vale a pena conferir. 
http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2011/02/conhecendo-o-marianismo.html


Shalom Adonai.















O que aconteceu com Enoque, o profeta ?

Que homem há, que viva, e não veja a morte? Livrará ele a sua alma do poder da sepultura? "

Salmo 89:48



Teria sido Enoque esse homem? Teria ele escapado dos laços da morte?

De fato não.







Dizem os defensores da doutrina que Enoque não experimentou a morte, que isso se deu por Ele ter andado com Deus.

"E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas."

Gênesis 5 : 22

Será isso subsidio suficiente?

Temo que não. Veja porque:

Abraão o amigo de Deus, andou com Deus.(Gn. 17:1; Gn.24:40)

"E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. "

Tiago 2 : 23


Davi, o homem segundo o coração de Deus, andou com Deus. (I Reis 3:6)

E, quando este foi retirado, levantou-lhes como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade.

Atos 13:22

Noé, homem justo e perfeito, andou com Deus.

Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.

Gn 6:9

Moisés, homem que falava face a face com Deus.

E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda.

Ex 33:11

João Batista, o maior profeta nascido de mulher.


E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no reino de Deus é maior do que ele.

Lucas 7 : 28

Todos estes homens morreram, apesar de terem andado com Deus.

Fica claro então que isso não é subsídio suficiente para justificar a idéia de que Enoque não morrera.

Exemplos de arrebatamento e translado na Bíblia.


tras.la.dar ou
trans.la.dar

Verbo transitivo direto.

1.Mudar de lugar para outro; transferir.

ar.re.ba.tar


Verbo transitivo direto.

1.Tirar com violência ou força; arrancar.

2.Levar, desprender, de um ímpeto.

Dicionário Aurélio


Arrebatamento de Filipe

"E, quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho. "

Atos 8 : 39

Reaparecimento de Filipe em outro local.

"E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesaréia. "

Atos 8 : 40


Translado de Elias

"E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.
"

II Reis 2 : 11

Reaparecimento de Elias em outro local.

"Então lhe veio um escrito da parte de Elias, o profeta, que dizia: Assim diz o SENHOR Deus de Davi teu pai: Porquanto não andaste nos caminhos de Jeosafá, teu pai, e nos caminhos de Asa, rei de Judá,"

II Crônicas 21 : 12

Carta escrita cerca de cinco anos após Seu arrebatamento.

Conferir postagem " O que aconteceu com Elias, o profeta?"


Como pensam os que defendem que Enoque não morreu?

Eis o raciocínio.

Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi encontrado porque Deus o trasladara.

Logo, Enoque não morreu.

"E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou."

Gênesis 5 : 24

"
Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus."

Hebreus 11 : 5


Isso é correto? Não, não é.

Motivos pelo qual podemos afirmar que Enoque morreu.


1º. A narrativa Bíblica


"E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos."


Gênesis 5 : 23

O texto é bem claro, afirma-se que os dias de Enoque foram 365 dias, depois disso morreu.

O emprego da expressão "e foram todos os dias de" , foi empregada na Bíblia a todos os seus antecessores e sucessores.

"E foram todos os dias de Jerede novecentos e sessenta e dois anos, e morreu"

Gênesis 5:20

"E foram todos os dias de Matusalém novecentos e sessenta e nove anos, e morreu."

Gênesis 5:27

No final de todas as narrativas aparece "e morreu", salvo na narrativa de Enoque.

Por que isso acontece?

Simples, o escritor da Gênesis lançou mão de um recurso lingüístico chamado EUFEMISMO, que é um abrandamento.

Exemplo: Ao invés de dizer " e morreu", diz-se "e foi para Deus", "foi estar com Deus", " O Senhor o levou para si", "Não está mais entre nós", etc.

Fez isso dado a importância de Enoque entre seus antecessores e sucessores até Noé. Observe que a partir de Noé a narrativa passa a ser diferente. (Gn 5:29-32)

2º. Enoque havia profetizado contra os ímpios

Enoque havia feito juízo contra todos e em especial contra os ímpios. A quem dirigia suas queixas por Suas palavras ditas contra Deus.

"E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;
Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele."


Judas 1 : 14

O que pode acontecer quando se coleciona inimigos, quando se fala contra as mazelas das pessoas?
Pode acontecer o mesmo que houve com Jeremias, Isaias, João Batista e até mesmo o Senhor Jesus. A morte.

Para que Enoque NÃO MORRESSE (vi-se a morte) Deus o transladou (mudou de lugar).


"
Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus."

Hebreus 11 : 5


"Pela fé Enoque foi trasladado para não ser morto..."


Que Testemunho alcançou Enoque?

Testemunho de fé, por ter profetizado e feito juízo contra todos os ímpios de Sua época, do qual Deus se agradou e quis preservá-lo.


3º. O livro de Hebreus revela que Enoque morreu sem alcançar as promessas.

Hebreus 11 , conhecido com Heróis da Fé, nos revela no versículo 13:

Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas
; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.

E quem são estes que MORRERAM SEM RECEBER AS PROMESSAS?

Versículos 3 a 11 :


Abel, Enoque, Noé, Abraão, Sara.


Haveria uma contradição entre os versículos 5 e o versículo 13?

No versículo 5
diz que Enoque foi traslado para não experimentar a morte, já no versículo 13 diz que TODOS MORRERAM , inclusive Enoque.

Simples,
Enoque foi trasladado (mudado de lugar), antes de sua morte (em algum momento de ministério profético) , esse foi um dos grandes feitos de Deus em sua vida pela fé, semelhante as narrativas sobre Abel , Abraão , Sara e os demais, conforme vemos no decorrer do capítulo 11.

Pela fé Abel
ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim ...

Pela fé Abraão
, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança ...

Pela fé também a mesma Sara
recebeu a virtude de conceber, e deu à luz já fora da idade ...

Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte ...



4º. O Senhor Jesus disse que homem algum subiu ao céu.


Como poderia Enoque e Elias terem subido ao céu, se o próprio Jesus afiram que ninguém lá subiu, se não aquele que dela desceu, ou seja, ele próprio.

"Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu."

João 3:13

Pode se citar Paulo, porém Ele teve um arrebatamento de sentidos, tanto que não soube distinguir se foi na carne ou no espírito levado ao céu e ao paraíso. (II Co 12:2-4)

De mesma sorte o apóstolo João, foi arrebatado em espírito para receber o livro das revelações (Apocalipse). ( Ap 1:10 , 4:2)

Em nenhum dos dois casos houve a permanência no céu.



5º.O Senhor Jesus disse que iria preparar morada.

O Senhor Jesus disse que iria preparar morada e só então viria para buscar os Seus Santos, para que onde estivesse, estivessem eles também.
Bem sabemos que isso ainda não aconteceu, tal evento chama-se 1º ressurreição e culmina junto com o arrebatamento da Igreja.

"Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.
E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também."


João 14:2-3


Em suma:


Homem algum sobreviveu a morte ;

Homem algum foi translado ou arrebatado ao céu e lá permaneceu ;


"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,"

Hebreus 9:27



Shalom Adonay

A comunicação com os mortos é possível?


Aqui mesmo no blog há uma postagem onde comparo à luz da Bíblia a doutrina da reencarnação e da ressurreição.
Para propriamente entrar na questão vou lançar mão de um recorte dessa minha postagem como introdução.
__________________________________________________________

Já a reencarnação não se encontra nas Sagradas Escrituras, não uma passagem sequer de um homem que tenha voltado a vida com outra identidade.
O único caso em que se apóiam os defensores da reencarnação é em Elias e João Batista.
Mas que é facilmente explicável.

"E eles responderam: João o Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas."

Marcos 8 : 28

Mas João Batista não poderia ser o Elias por duas razões:

1º. Elias apareceu a Jesus Cristo no monte da transfiguração.

"Enquanto orava, a aparência de seu rosto se transformou, e suas roupas ficaram alvas e resplandecentes como o brilho de um relâmpago. Surgiram dois homens que começaram a conversar com Jesus. Eram Moisés e Elias. Apareceram em glorioso esplendor, e falavam sobre a partida de Jesus, que estava para se cumprir em Jerusalém." Lc 9:29-31

Elias viveu 850 anos (aproximadamente) antes de Jesus.

Tempo suficiente para uma reencarnação.

E uma segunda razão é o fato que segundo a doutrina espírita nós assumimos a aparência e a personalidade de nossa última existência.

Link da postagem:

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/04/ressurreicao-ou-reencarnacao-o-que.html
__________________________________________________________

Quero me ater ao seguinte fato:

Se os mortos assumem a FORMA DA ÚLTIMA ENCARNAÇÃO, porque então Elias apareceu a Jesus e não João Batista (Que supostamente teria sido a Sua última (recente) encarnação.

Isso vai CONTRA A DOUTRINA ESPÍRITA.

Outra coisa porque Moisés? Pelo tempo em que Moisés desencarnou, já não teria atingido o TEMPO LIMITE para que volta-se a Terra (em uma NOVA EXISTÊNCIA).

No site YOUTUBE há um vídeo interessante chamado “Os desencarnados da história”.

Nesse vídeo é dito o seguinte:

Apóstolo Paulo, nascido em 3 d.C. Foi perseguidor dos cristãos, mas depois de conhecer Jesus, se tornou um dos seus principais divulgadores... Mais tarde em 1483 reencarna como Martinho Lutero, e se torna um doutor da Igreja.”

Nesse mesmo vídeo, temos as seguintes assertivas: Judas reencarnou como Joana D’arc ,
Davi reencarnou como Adolf Hitler, até John Huss (o reformador Boêmio) já teria reencarnado como Alan Kardec.

Agora Eu pergunto:

Por que Moisés que em muito precede a Paulo, a Davi, a Joh Huss em existência não reencarnou?

Entre Moisés e Jesus temos um espaço de tempo de cerca de 1592 anos.
Moisés (1592 a 1472).

E Depois de Cristo mais 2.000 – Total 3.500 anos, e ainda assim não temos relato de sua reencarnação.

Não é tempo suficiente para pelo menos uma reencarnação?

No entanto no dia da transfiguração, lá estavam Elias e Moisés.

Fica claro então que a crença da reencarnação não procede.

Outro ponto importante, e questionado é:

Se Elias estava morto e Moisés também e ambos apareceram a Jesus no monte da transfiguração (Monte Hermon), significa que a comunicação com os mortos é possível.

Então os espíritas estão certos nisso?

Vejamos o que a Bíblia revela acerca disso:

“Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus; Nem também para a si mesmo se oferecer muitas vezes, como o sumo sacerdote cada ano entra no santuário com sangue alheio; De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo. E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.”

Hebreus 9:24-28

Esse texto revela que a cada homem é dado viver uma única vez, do contrário seria necessário a Jesus padecer muitas vezes para resgate da humanidade.E a segunda aparição será do mesmo Jesus e não de um novo homem.

“ como a nuvem se desfaz e passa, assim aquele que desce à sepultura nunca tornará a subir. Nunca mais tornará à sua casa, nem o seu lugar jamais o conhecerá.

Jó 7:9-10

Essa escritura revela que o homem depois de morto, nunca mais voltará a viver a vida que tinha na carne, nunca mais tornará a sua casa VIVO.

“Assim o homem se deita, e não se levanta; até que não haja mais céus, não acordará nem despertará de seu sono.
Jó 14:2

“Significa que não voltará da morte, ‘SONO” é um eufemismo (recurso lingüístico) para MORTE.
“Morrendo o homem, porventura tornará a viver?”

Jó 14:14ª

Novamente as escrituras reiteram a idéia de que o homem não retorna da morte, ou seja, não volta à vida.

Todas essas passagens remetem a mesma verdade, que o homem, nasce, morre e aguarda o juízo, o homem não torna a viver. (Salvo ressurreição temporal como a de Tabita, Lázaro, o filha de Jairo, entre outros casos relatados na Bíblia).

Mas e quanto a comunicação com os mortos?

As Escrituras CONDENAM a comunicação com os mortos, logo a comunicação é possível, porque se assim não fosse não haveria necessidade do Senhor ter deixado Leis concernentes a essa proibição.

“ Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos? “
Isaias 8:19

“Quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti. “
Deuteronômio 18:9-12

Além dessas duas passagens que usei para ilustrar, temos outras.

Lv 19:31, Lv 20:6, Lv 20:27.

Sem contar ainda o livro de Apocalipse 21:8 que condena aos que praticam feitiçaria a ficarem do lado de fora do Reino de Deus.

Adendo importante:

A palavra grega usada para “FEITICEIROS” é “PHARMAKOS”.Essa palavra aplica-se a TODO tipo de magia e feitiçaria. Isso inclui a necromancia (comunicação com os mortos).

Segundo O Dicionário Internacional de Teologia do NT, no artigo sobre magia e feitiçaria “atestam-se numerosas formas de magia no mundo greco-romano. … A evocação dos espíritos dos mortos já ocorre em Homero, Od. 11, e os necromantes eram reconhecidos como uma classe de mágicos.”

C. Brown, artigo “Magia, Feitiçaria, Magos” em Brown, Colin, O Novo Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento, São Paulo: Edições Vida Nova, 1978, tradução Gordon Chown, Vol. III, p. 109.

Remetemo-nos agora ao caso de Saul e a pitonisa de Em-dor.

Saul havia mandado matar todas as advinhas, necromantes , e afins. (I Sm 28:3)

Mas dado ao Seu desespero mediante o inimigo, o descaso de Deus para consigo e a morte do profeta Samuel, eis que Saul vai ao encontra de talvez a última advinha das cercanias.

Como narra o texto: Eis que Samuel aparece e profetiza morte para Saul e Seus filhos, o que agrava muito o Seu desespero.

Pois bem, quase que de maneira unanime os cristãos dizem:

Não era Samuel, era um demônio imitando.

Mas de fato era Samuel. Veja por que:

1º. A Bíblia diz abertamente que era Samuel:

“A mulher então lhe disse: A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel.
Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou com alta voz, e falou a Saul, dizendo: Por que me tens enganado? Pois tu mesmo és Saul.”

I Sm 28:12

Temos na Bíblia casos em que a narração deixa claro tratar-se de espíritos enganadores. (II Cr 18:21-22, Jz 9:23, I Rs 13:18, 22:22-23 ) Mas nesse caso afirma-se Samuel.

Não está escrito “Vendo pois a mulher a um homem que poderia ser Samuel” ,ou
“Vendo a mulher a um espírito que poderia ser Samuel”, “A mulher disse que era Samuel”. Não, o texto é claro, “Vendo, pois, a mulher a Samuel”.

Veja esses outros versículos, sempre é afirmado como sendo Samuel falando.

Samuel disse a Saul: (Vs 15) ;

Então disse Samuel: (Vs 16) ;

E imediatamente Saul caiu estendido por terra, e grandemente temeu por causa daquelas palavras de Samuel; (Vs 20) ;

2º.O Testemunho de Samuel:

Nas palavras de Samuel não encontramos nenhuma objeção ao Senhor, pelo contrário, ele repreendeu a Saul pelo que já havia sido dito por sua boca segundo a ordem de Deus, ao qual não foi obedecido por Saul.

“Então disse Samuel: Por que, pois, me perguntas a mim, visto que o SENHOR te tem desamparado, e se tem feito teu inimigo?

Porque o SENHOR tem feito para contigo como pela minha boca te disse, e o SENHOR tem rasgado o reino da tua mão, e o tem dado ao teu próximo, a Davi.

Como tu não deste ouvidos à voz do SENHOR, e não executaste o fervor da sua ira contra Amaleque, por isso o SENHOR te fez hoje isto.

I Sm 28:16-18

3º. O cumprimento da profecia de Samuel

E o SENHOR entregará também a Israel contigo na mão dos filisteus, e amanhã tu e teus filhos estareis comigo; e o arraial de Israel o SENHOR entregará na mão dos filisteus. E imediatamente Saul caiu estendido por terra, e grandemente temeu por causa daquelas palavras de Samuel; e não houve força nele; porque não tinha comido pão todo aquele dia e toda aquela noite.”

I Sm 28:16-19-20

Está profecia se cumpriu na integra de fato Israel foi entregue aos Filisteus, Saul e Seus filhos morreram.

A essa assertiva existem algumas objeções, as quais vou elucidar agora:

A) “Amanhã Tu e Teus filhos estareis comigo”.

Questiona-se como Saul estaria no mesmo lugar que Samuel,uma vez que Saul tirou a própria vida e morreu em desobediência?

Simples, Samuel referia-se ao Sheol (lugar dos mortos), como revelado por Jesus Cristo, existe um lugar único onde habitam os Salvos e os condenados, o que separa um do outro é um abismo posto entre eles.

Assim chamado, Lugar de Tormentos e Seio de Abraão (paraíso).

O que Samuel disse é que Saul (juntamente com Seus filhos) desceria a sepultura.

B) “Amanha Tu e Teus filhos estareis comigo”.

Amanhã, mas pela narrativa, não aconteceu no dia seguinte, foram cerca de três dias depois.
Houve então uma falha na profecia? Absolutamente não.

A palavra grega traduzida por “amanhã”, é aurion que pode ser literalmente “no dia seguinte” (Num 16:16; At. 23:20). Mas, esta palavra pode também significar “logo” (Mat 6:30; 1 Cor 15:32) ou algum tempo ainda indefinido do futuro (Gen 30:33; Deut 6:20). No hebraico, que usa a palavra “machar”, que pode significar literalmente “amanhã” (Num, 16:16), ou um tempo ainda indefinido do futuro (Gen 30:33; Deut. 6:20).

Por essa razão é possível e provável a tradução de “amanhã” por”logo”, ou “em breve”.

E o que a Bíblia nos diz sobre profecias e profetas?

“E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.”

Dt 18:21-22

Por esse critério, Samuel foi aprovado como profeta.

4º. Traduções e textos antigos

Além das evidência supra-citadas, podemos ainda recorrer a outras traduções e textos antigos que corroboram a idéia de que Samuel voltou do Sheol para falar com Saul.

A) A frase de 1 Sam 28:15(a) transmite o mesmo sentido no Latim:

“dixit autem Samuhel ad Saul quare inquietasti me ut suscitarer”

Disse, pois, Samuel a Saul: Por que me inquietaste para subir/suscitar…?

B) Na Septuaginta (LXX), a tradução em grego do AT, o texto que resume a condenação de Saul em 1 Crôn. 10:13 diz:

“Por isso Saul morreu pelas suas transgressões cometidas contra o Senhor, contra a Palavra do Senhor, que ele não guardara, porque interrogara e consultara uma necromante, e Samuel o profeta o respondeu. ”

kai apekrinato autw Samouhl o profhthv

C) O livro apócrifo Eclesiástico revela:

Depois disto, Samuel morreu e apareceu ao rei, predisse-lhe o fim da sua vida, e levantou a sua voz de debaixo da terra, profetizando, para destruir a impiedade do povo.”

Eclesiástico 46:23

(Também conhecido como Sirach ou Sabedoria de Sirach 46:20)


"O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela." (Faz subir do Sheol)

1 Sm 2.6

Por que morreu Saul?

- “Assim morreu Saul por causa da sua transgressão cometida contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor, a que ele não guardara; e também porque interrogara e consultara uma necromante.”

1 Cr 10:13

Está atestado que a comunicação com os mortos é possível, porém proibida por Deus.

Vale lembrar que algo ser proibido por Deus, não é impedimento para execução.

Tomemos como exemplo, Eva e Adão. A eles fora proibido comer do fruto da árvore da ciência do bem e do mal. Mas ainda assim comeram. (Gn 3:11)

Narra a Bíblia também sobre anjos que foram desobidientes na época de Moisés, tendo como sanção, serem lançados no mais profundo dos abismos (Tártaros). (I Pe 3:19 , II Pe 2:4-5)

Jesus e os apóstolos no monte da transfiguração

Outro relato evidente de comunicação com os mortos é o de Jesus com o qual se comunicou com Moisés e Elias (ambos mortos).

Conforme explanação por mim realizada na postagem “O que aconteceu a Elias, o Profeta?”.

Nesse caso em especial, temos uma situação distinta da anteriormente narrada entre Samuel e Saul.

Jesus mudou Sua forma (resplandeceu, transfigurou-se) para falar com ambos. Mas tudo isso as vistas de Pedro, Tiago e João.

Que trás as seguintes implicações:

Eles os viram, tanto que Pedro sugere que se fizessem três tabernáculos, um para Jesus, um para Elias e outro pra Moisés.

Segunda implicação, Eles reconheceram a Moisés e Elias de forma que não sabemos, talvez por terem ouvido o diálogo e presumiram, talvez por revelação divina.

De onde vieram Moisés e Elias para falar com Jesus?

Do mesmo lugar que veio Samuel para falar com Saul.

Do Sheol, do Seio de Abraão. (Lc 16:22-31)

Jesus falou com os mortos

Quando lemos sobre os milagres de Jesus, em especial, as ressurreições, deixamos fugir um detalhe muito importante.

Jesus fala ao morto que viva. Isso em uma dimensão sobrenatural significa que a voz de Jesus chega ao Sheol, e impulsionado por Sua autoridade o morto retorna a vida.

“E todos choravam, e a pranteavam; e ele disse: Não choreis; não está morta, mas dorme. E riam-se dele, sabendo que estava morta. Mas ele, pondo-os todos fora, e pegando-lhe na mão, clamou, dizendo: Levanta-te, menina. E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer.”

Lucas 8:52-55

Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono. (figura de linguagem – eufemismo)

Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;

E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora. E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

João 11:11 ; 14 ; 43-44

Isso pode ser considerado uma comunicação?

Claro que sim. Uma comunicação unilateral. Jesus fala, o morto obedece.

A comunicação sempre existe a partir que haja um interlocutor (quem fala) e um receptor (quem ouve a mensagem).

Temos então na Bíblia relatados três comunicações com os mortos.

Samuel e Saul , Jesus e os profetas e Jesus e os mortos.

Não adianta “espernear” é fato, e contra fatos não há argumentos.

Sendo assim, posso considerar a comunicação mediúnica legítima?

Não. As comunicações mediúnicas, sendo as mais conhecidas as cartas, da qual o médium Chico Xavier foi um grande expoente, trazem em seu bojo além de palavras de acalanto, esperança para aqueles que perderam entes queridos, doutrinas, entre elas, a da reencarnação, que no inicio dessa postagem foi de maneira clara e direta exposta como uma falsa doutrina.
Pois a doutrina verdadeira nas Sagradas Escrituras é a da Ressurreição.

Como não há comunhão entre a mentira e a verdade, entre a luz e as trevas. De forma alguma podemos considerar a comunicação mediúnica como legítima.

Além da expressa proibição de Deus a tais praticas, sob a sanção da exclusão de Seu Reino. (Ap 21:8 , Ap 20:21 , Gl 5:19-21).

É possível que demônios assumam a personalidade de entes queridos e se comuniquem em seu lugar?

Não está descartada esta possibilidade.
"Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo."

I João 4:1

Em suma:

• Reencarnação não é possível;

• Comunicação com os mortos é possível (porém vetada);


• Os únicos casos na Bíblia se deram sob circunstâncias especiais.


Para melhor compreensão de tudo aqui exposto, sugiro a leitura das seguintes postagens (Tópicos relacionados).


Ressurreição ou Reencarnação? O que a Bíblia ensina?

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/04/ressurreicao-ou-reencarnacao-o-que.html


O que aconteceu com Elias, o profeta?


http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2011/02/o-que-aconteceu-com-elias.html


Inferno, o que é?

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/11/inferno-o-que-e.html


Alma e espírito, o que são?

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/05/alma-e-espirito-o-que-sao.html



O homem depois que morre, dorme ou fica consciente?

http://jesuscristoprincipedapaz.blogspot.com/2010/04/o-homem-depois-que-morre-dorme-ou-fica.html


Elohim Mélech Néder – Deus é Rei e fiel em suas promessas.