Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Yeshua e suas alegorias (Pão, Luz, Bom Pastor...)






Yeshua era a rocha de onde flui água viva (Maim Chaim) para Israel, Moisés que representava Israel feriu a rocha que representava Yeshua.

Interpretação De Shaul ao usar Remez (alegoria) para explicar as revelações do Eterno, antes escondidas.

Yeshua é a fonte de água viva (Maim Chaim), dele flui a água que mata a sede, a´água que purifica.
As palavras "Água Viva" significam "água corrente", era o nome dado ás águas usadas nos tanques de purificação (Mikveh)

Yeshua é o pão da vida, por isso nasceu em Beit Lechem (Casa do Pão), terra do  Rei mais amado de Israel, Davi.
Os hebreus foram alimentados com pão do céu (maná), mas Ele é o pão do céu que dá vida eterna.
 (Jo 6:30-35)

Yeshua é o caminho a verdade e a vida, por representar as três portas do Santuário:
 Caminho, Verdade e Vida (ani HaDerech ve HaEmet ve HaHaim) e por ela é que se chega ao Pai (Lugar Santíssimo) 

Os seguidores de Yeshua eram chamados seguidores do Caminho (HaDerech) (At 24:14)

Yeshua era o templo que seria destruído e reerguido em três dias, porque no Templo habitava a presença divina de Deus (Shehinah)  (Êx 25:8)

"Yeshua respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei.
Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?"


Yeshua é o bom Pastor, porque somos suas ovelhas e o bom Pastor morre por suas ovelhas. (Jo 10:11)

Yeshua é a Rocha de nossa salvação, e Nós somos pedras vivas (I Pe 2:5), por isso somos templo e morada (Shakam) do Ruach Hakodesh (Espírito de Deus) - Shehinah 

Yeshua a luz do mundo, porque a luz expulsam as trevas, no Shabat acendem-se as luzes (velas), Ele é  Palavra de Deus (Verbo 1:1 , Ap 19:13) e a palavra é luz para o caminho (Salmo 119:105)

Yeshua é nossa páscoa (Nosso Cordeiro Pascal (I Co 5:7)  ), pois a Páscoa é a festa da liberdade e Ele nos libertou do pecado e da morte, é celebrado com um cordeiro imolado e Ele é o Cordeiro de Deus.
 (Jo 1:29, 1:36)


A Bíblia é muito rica em suas formas, no emprego de metáforas, alegorias, e outras figuras de retórica e de linguagem (Como eufemismo e hipérboles), isso faz com que a compreensão das Escrituras saia apenas do literal (P'shat) e vá há outros níveis mais profundos de interpretação.

Dentro da interpretação textual judaica, temos quatro níveis de interpretação:

PaRDe

P'shat - Literal , Remez -Dica (significado alegórico), Drash - Busca (aplicação alegórica ou literal)  e Sod - Segredo (Significado místico ou escondido).


Desejo que sejamos todos alimentados com o Pão da Vida, e  iluminados pela Luz do mundo. 

Shalom !