Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Ser Igreja, estar na igreja.

Tenho observado que muitas pessoas não têm clara a idéia do que é ser a Igreja e de estar na igreja.


Uma preve explanação sobre o conceito de igreja local.


Apesar de muitas pessoas pensarem que evangélicos e protestantes são a mesma coisa (e deveriam ser), existem distinções.Os protestantes não gostam de ser chamados evangélicos.Existe por parte de alguns um certo ufanismo, como se fossem "os pais da igreja".Isso porque eles derivam diretamente do rompimento de Lutero com a igreja Católica (que é na verdade a mais antiga instituição cristã estabelecida como religião oficial).

Os evangélicos já são mais novos, são pequenos grupos que se formaram a partir de dissensões (divisão de pensamentos, interesses e sentimentos), compõe hoje em sua maioria igrejas Pentecostais, Neo-Pentecostais ou Tradicionais (protestantes) renovadas.
Mas afinal o ponto é que nada disso deveria ter acontecido, eramos para ser um grupo único de cristãos, com uma doutrina Bíblica (não ecumênica como busca a igreja católica), como acontecia no período apóstolico.

Infelizmente quando se delega poderes aos homens, nem todos sabem lidar com ele, e se deixam consumir.Sendo capazes de negar até mesmo a verdade, para não perder posição , prestígio e o afamado poder.
Então desde o período apostólico a igreja se distanciou de suas raizes e foi adotando tradições, costumes, absorvendo hábitos do mundo (mundanismo) e até o paganismo.Hoje em todas as denominações supra-citadas vamos encontrar em seu meio, homens (líderes) ligados a sociedades secretas como a maçonaria, a bruxaria e até satanistas.
Em função disso há muitos "crentes" que simplesmente abandonam a congregação e vão adorar em suas casas, acreditam que estão certos, afinal a Bíblia nos ensina que somos o "templo do Espírito Santo", "Todo homem é um sacerdote", "Temos um só Pastor, o bom Pastor", e tudo isso é verdade.

A questão é, mesmo sendo santos e tendo um só Pastor, somos chamados a congregar.Aqui começa a divisão entre a igreja local (as denominações) e entra o conceito da igreja universal (Igreja invisível).


Até agora explanei a questão da igreja local cheia de corrupção, mas não corrupta.Um corpo pode ter enfermidades, mas não deixa de ser um corpo por isso.
Deus nos chamou para nos apresentarmos em sacrifício vivo, que é o culto racional e renovarmos o nosso pensamento e não nos amoldarmos ao mundo (Rm 12:1-2). O Senhor pois uns para pastores, outros para mestres, outros evangelistas (Ef 4:11).Também o Senhor Jesus ensinou que o "maior deve servir ao menor", a beleza que se perdeu para muitos na igreja local, é que quanto mais subimos na igreja, mais devemos descer.


Exemplo vivo disso foi o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo no "lava-pés" com os discípulos.Verdadeiramente o maior servindo o menor (Jo 13:3 -17).

Jesus chamou a Paulo não só para estender o evangelho aos gentios,mas também para organizar a igreja.
Igreja é organização e organismo, por isso tudo deve ser feito com "ordem e decência".
E para aqueles que pensam que não devemos congregar o livro de Hebreus nos adverte a não ser como muitos que deixam a comunhão com os irmãos (HB 10:23-25).


"Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.

 E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras,
 Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia." Hb 10:23-25




Um recado para aqueles que se escondem atrás do erro e da corrupção alheia é que nenhum trabalho e vão no Senhor(I CO 15:58), e mister que dentro da igreja (local) cresçam juntos o Trigo e o Joio, seja você então o Trigo (Mt 13:38-40).


Seja integro e sincero na igreja, posicionado, preferindo obedecer a Deus mais que aos homens (At 5:29) e entregando todas as suas petições a Deus em oração, entregando suas aflições ao Senhor que vos aliviará.

De nada vai adiantar se isolar, atacar a igreja local sem ao menos apresentar soluções àquilo que você vê que está errado.


Somos chamados a servir.


Bem, retomando, a Igreja Universal não é aquela dá televisão, e nem a Católica (que significa universal), é a que o Senhor vê, e de onde virá os Salvos, é formada por aqueles que realmente renasceram da água e do Espírito(Jo 3:5), dos que adoram em Espírito em verdade (Jo 4:23), que têm o selo do Espírito Santo (EF 1:13-14).


Não são os batistas, mas haverá batistas, não são os pentecostais, mas haverá pentecostais, e assim por diante.

O Senhor não enxerga e não se importa com a igreja local, não foi ele que instituiu as denominações, ele se importa é com a sua Igreja, a Igreja Universal.


Irmão, não fuja da igreja, busque uma igreja que seja o mais correta possível, e ajude a corrigir o que estiver errado, mas não deixe de congregar.


Como disse certa vez o ex-satanista e hoje servo do Senhor, Daniel Mastral:

"Brasa fora do braseiro esfria".

1 comentários:

César disse...

É isso aí Vanderlei, congregar é preciso, afinal não é Deus que precisar de nós mais somos nós que precisamos de Deus.