Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Teologia da Prosperidade (Cura e Riqueza) - "Protótipo do Supercrente"



Algo que me preocupa já há um certo tempo, é a massificante ação de algumas igrejas neo-pentecostais e também pentecostais, que apregoam que o crente tem que ser bem sucedido, não pode ficar doente.E que se por ventura for esse o caso, então não está com a "vida no altar". Está em falta com Deus.
Mas será que isso passa pelo crivo da Bíblia?
Vejamos:

Primeiramente a Bíblia Sagrada nos ensina que a riqueza é dom de Deus (ele dá para quem ele quer), "E a todo o homem, a quem Deus deu riquezas e bens, e lhe deu poder para delas comer e tomar a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus"(Ec 5:19).
Bem sabemos que Deus não age de maneira leviana, àqueles a quem é concedido riquezas, recai sobre ele uma responsabilidade, e será cobrado por isso. "...E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá."(Lc 12:48).
Não estou afirmando que é errado ter ambição, pleitear uma vida melhor, nem nada desse tipo, mas afirmo de modo contundente que a Bíliba condena aqueles que buscam a riqueza e ficam "cegas" por ela, condena aqueles que buscam primeiro seus interesses em detrimento dos interesses do Reino de Deus e principalmente aqueles que fazem da fé "comércio", mercado de troca com Deus.
"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas
dores."(ITm 6:10)


"Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mt 6:33)


Ao observarmos o ministério de Jesus, podemos notar que ele sempre priorizou pregar o Reino (trazia ensinamentos), decorrente disso haviam curas (por ser ele sempre tomado de íntima compaixão) e alimentava o povo quando era cabível fazê-lo.
Ele nunca cobrou por isso, aliás Jeus foi quem mais doou, doou sua própria vida.
No entanto hoje pseudo-cristãos ensinam um evangelho doente, que atrai as pessoas para igreja em busca de reestruturação financeira, ascensão profissional e cura física.Mas o mais importante é negligenciado: a salvação, a transformação, a cura da alma.
Criam-se campanhas miraculosas, convencem os incautos a doarem todo o pouco que lhes restam, a empenharem todas suas parcas economias em rituais (creio ser o nome mais apropriado), com uma suposta fogueira santa, ou arca da aliança,enfim, sempre uma "alegoria judaizante", para envolver o fiel em uma atmosfera sacro-santa.
Caminhar no vale de sal, tocar a trombeta de Gideão, e toda sorte de coisas que a mente enganadora desses líderes conseguir criar.
Mas onde fica o Reino de Deus?
Como todo sofisma (falsa argumentação), eles utilizam passagens isoladas da Bíblia.
Como por exemplo:


"E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda" (Dt 28:13) , mas se lermos o versículo inteiro e o capítulo, vemos que Deus estava falando a Israel, como seria se obedecessem seus mandamentos. "...se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir."(Dt 28::13)


"Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos."(Ag 2:8) - O Deus do ouro e da prata, tem muita gente pelos "blogs da vida", "Yahoo!Respostas", fazem questionamentos do tipo " Se Deus é o dono da prata e do ouro", por que ele quer meu dinheiro? ou porque Pedro disse "Não tenho ouro,nem prata...", isso acontece por causa de igrejas e pastores que visando sempre seus próprios interesses mudam totalmente o que Deus disse.
O que Deus disse foi que cada um estava cuidando de seus próprios interesses e negligenciando a sua casa (o que não é diferente hoje), por isso ele alertou: "Eu sou o Senhor do ouro e da prata", em outras palavras "Eu te dei o que você tem, e eu posso tirar, por isso cuidem da minha casa", é só dar uma boa lida no livro de Ageu, principalmente (1:9).


Veja o que Jesus disse no templo, se não se aplica perfeitamente hoje.


"E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões."(Mt 21:13)


Claro que não devemos fazer voto de pobreza como os Franciscanos, até porque isso é obra, e obras não salvam.
Mas busque a Deus de coração aberto, anelando por salvação, é isso que o Senhor quer para você, te salvar.


Outro engano terrível, tem igrejas que nessa frenética busca de fieis, e aumento na receita, apelam agora a "cura divina".Esse é a outra vertente da "Teologia da prosperidade" ou "Teologia da confissão positiva".

Sempre usando a passagem de Isaías para fundamentar a cura divina.

"Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido."
Isaías 53:4


O que está escrito aqui realmente é verdade, eu não nego a cura divina, mas vamos esclarecer alguns pontos.

Muitos dos que seguiam a Jesus (a multidão), o faziam por interesse na cura, não em suas palavras.
Hoje quando o estandarte da igreja é a cura, é isso que acontece, a pessoa quer a benção, mas não o dono da benção.

E para garantir a assistência frisam a cura, cura, cura, e logo as pessoas incautas atribuem (querendo ou não), ao ministro de Deus, o mérito e se tornam seus seguidores e não de Cristo. Já vi gente defender com mais veemência seu líder (pastor, apóstolo , profeta, reverendo, como queira ou gostem de chamar), do que o próprio Cristo.

Mas nem toda doença tem cura, definitavamente, o crente também fica doente e morre.
Deus cura todas enfermidades, mas não todos os enfermos.
A prova disso está na própria Bíblia.

"E Eliseu estava doente da enfermidade de que morreu, e Jeoás, rei de Israel, desceu a ele, e chorou sobre o seu rosto, e disse: Meu pai, meu pai, o carro de Israel, e seus cavaleiros! (II Reis 13 : 14)


Todos sabemos quantos milagres foram feitos através de Eliseu (entre eles cura, e ressurreição), no entanto ele ficou doente e morreu, não pode curar a si próprio.

"Erasto ficou em Corinto, e deixei Trófimo doente em Mileto."(II Tm 4:20).
Paulo deixou o irmão Trófimo doente em Mileto, porque não o curou?Paulo curava a todos quanto vinham a ele.Por que não era Paulo que curava, mas Deus através dele.


Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades.(I TM 5:23)
Vê, Timóteo tinha enfermidades.


Efeito colateral


Por não ensinarem o certo e agirem de maneira correta esses pastores, tem feito com que muitos abandonem a fé e desencorajem outros a buscar, pelo simples fato de terem se sentido enganada ao não conseguirem a almejada cura, ou a benção financeira tão desejada.


Deus tem seus mistérios que não são revelados,"As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei. "(DT 29:29), e na questão das enfermidades a própositos que só Deus conhece.




"E, PASSANDO Jesus, viu um homem cego de nascença.
E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus."(JO 9:1-3)

"E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela."(Jo 11:1-4)



O que tem quer ensinado é que Deus curando ele é Deus, se não curar é Deus do mesmo jeito.


Para encerrar, recorde o que disse o Senhor Jesus aos discípulos:



"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;
Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão." (Mc 16:15-18)


  1. Pregar o Reino;
  2. Batizar para Salvação;
  3. Sinais: Expulsar demônios, falar novas línguas, curar os enfermos.

Diga não ao comércio da fé !

"E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita."(2 PE 2:1-3)











3 comentários:

Lilian disse...

Paz do Senhor...
Gostaria em primeiro lugar agradecer a Deus por seus esclarecimentos e também lhe parabenizar por essas palavras. São totalmente verdadeiras, concordo plenamente com suas palavras, aliás, Com a palvra de Deus, porque você está baseado pela palavra infalível de Deus, aprendi muito a esse respeito na Escola Bíblia Dominical. A maior vontade de Deus é nossa cura interior e salvação... Parabéns, continue assim ensinando a verdade
Abraços

Vanderlei L. Borkoski disse...

Paz do Senhor.

Obrigado por suas palavras. Busco pela graça de Deus falar a verdade a despeito de Ministérios, lideranças, etc. Afinal a própria Bíblia nos instrui que mais vale obedecer a Deus que aos homens.

"Seja sempre Deus verdadeiro e o homem mentiroso" Rm 3:4



Paz e Bem !

Anônimo disse...

(Comentário de César) Irmão, as prerrogativas destas teorias são tão ridiculamente falsas e sem respaldo bíblico, que nos colocamos a pensar como atraem tantos fiéis a isto. Ao ver, na casa de um vizinho, com TV ligada, um programa de R.R. Soares pregando e fazendo curas, e ver a todos ali na sala alienados em realmente acreditar naquilo, lembrei de um sábio chinês, talvez confuciano, que disse: "pode-se rezar até por uma cabeça de sardinha, e aquilo passa a ser seu deus!" O sábio se referia à necessidade que as pessoas têm de ter algo para louvar e idolatrar (Lendo o contexto todo). Hoje, além da necessidade de idolatrar, o ser humano sem Deus no coração tem um imediatismo muito grande, onde já está cansado de igrejas que pregam uma vida melhor no além se nos mantermos fiéis e obedientes aqui. Por isso vão em busca de resultados mais imediatos, e criaturas como R.R. Soares, Edir Macedo, Vanderlei Santiago, Silas MALAfaia, etc... sabem disso, e souberam se preparar para arrebanhar estas folhas soltas ao vento.
Já conversou com um deles, e viu a convicção com que aliam fé a sucesso material? Na Bíblia deles, se é que lêem, devem faltar versículos como o que citou, ou como: * Mateus, 10:7-10 “E indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai dos mortos, expulsai os demônios: de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre em vossos cintos, nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento.”
Os mercenários jamais tocarão nestes pontos em "culto", ou ainda:
* João, 10:11-13 “Eu sou o bom pastor: o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; E o lobo as arrebata e dispersa. Ora, o mercenário foge porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.”
É um comércio, de gente inteligente e que conhece as angústias humanas... mas mesmo eles prestarão conta um dia de seus atos. Deus se apiede da alma deles, e dos que os seguem!
Fica em paz!