Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





Pecado para a morte e pecado que não é para a morte


Certa vez foi questionado por um irmão, se uma pessoa que já aceitou a Jesus como seu Senhor, congrega na igreja, mas que peca e tem conciência de seus pecados, se essa pessoa em questão morrendo perde a salvação ou ainda assim é resgatado pela graça.
Lhe respondi que infelizmente ele perde a salvação. Vejamos o por quê :


“Se alguém vir pecar seu irmão,pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore.

Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte."

Jo 5:16-17

 
Quando nos somos redimidos por Cristo, saímos da natureza Adâmica (pecador) (“Rm 5:12, Rm 5:19 , Rm 3:23”) e passamos a ter a natureza de Cristo (sem pecado)  (”Rm 8:1,   II Co 5:17”)

Mas continuamos sendo homens, falhos, sujeitos ao erro. ( Rm 7:15-21)

O que muda então?

Antes de sermos selados em Cristo, não somos pecadores porque pecamos, mas pecamos porque somos pecadores (por natureza)  (Rm 5:12)
 
Depois de sermos selados, eventualmente, pecamos por atos, pensamentos e palavras. Basta então confessarmos nossos pecados ao Senhor e abandonar o erro. ( I Jo 2:1)

 
No entanto isso só se aplica aos pecados involuntários, ou seja, aqueles que cometemos sem intenção.

Por exemplo:

Estou no trânsito e me irrito com outro motorista, e quando dou por mim, o ofendi ou lhe desejei mal.

Ou ainda, fico com raiva de alguém porque fui mal atendido em órgão público, ou em uma loja, ou em outra circunstância sinto ira (Ef 4:26) ou deixo de fazer o bem estando ao meu alcance (Tg 4:17) , etc.

Os pecados para a morte são diferentes, são os pecados premeditados (voluntários)

Por exemplo: 

Conheço uma mulher linda e a desejo (sendo Eu casado), a partir daí planejo uma forma de possuí-la, então vou lá concluo meu intento.

Esse foi um pecado voluntário, a princípio senti o desejo (carnal), mas ao invés de abandonar o desejo, preferi amadurecer o sentimento e consumar, nesse momento passou a ser um ato voluntário.

Dentro da Igreja há muitos líderes que levam uma vida dupla, e isso é sim motivo para perderem a salvação.

Caso morram na prática do pecado voluntário, não herdarão o Reino de Deus.
 
  "Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários."



Hb 10:26-27

A graça é o favor de Deus aos homens, mas para tanto é necessário abandonar o pecado. Do contrário novamente o Cristo é crucificado. (Hb 6:4-6)

Em Mateus 7 , Lemos sobre obreiros que na autoridade que há no Nome de Cristo, fizeram obras, supostos homens de Deus, homens esses que tiveram fé para exercer o Ministério, mas não andaram conforme os ensinamentos de Cristo, foram apenas obras mortas.

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome  não fizemos muitas maravilhas?

E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.”

Mt 7:21-23

Em suma irmãos, se estivermos pecando consciente perderemos a salvação caso não nos arrependamos sinceramente e a tempo..

“Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação.


II Coríntios 6 : 2



Shalom Aleichem !








1 comentários:

Anônimo disse...

(Comentário de César)
* Deuteronômio, 7:10 “E dá o pago em sua cara a qualquer dos que o aborrecem, fazendo-o perecer: não será remisso para quem o aborrece; Em sua cara lho pagará.”
Por esta Palavra, do A.T., já mostra Deus seu aviso ao pecador, que perecerá.
No N.T. temos esta palavra:
* Romanos, 6:23 “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.”
Tudo mostrando que aquele que está em pecado está em curso de morte, e é louco se pensa que a condição de batizado ou servo (?) de Deus o propiciará escapar. Devemos nos lembrar, pela Palavra, que até mesmo anjos caem por pecar.
Deus seja louvado!